Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

12 partidos podem chefiar Executivos em 2019


postado em 08/10/2018 12:20

Ao todo, 12 partidos podem conquistar executivos estaduais nestas eleições, o que mostra uma distribuição maior dos governos do que a ocorrida em 2014, quando 9 partidos conquistaram as 27 unidades da Federação. Já no primeiro turno, oito partidos garantiram pelo menos um governo estadual - PT, PSB, DEM, MDB, PCdoB, PSD, PHS e PP.

Ainda terão candidatos disputando o segundo turno o PSDB (seis Estados), PDT (três), PSC (dois), PSL (três) e o Novo (um). O PSC estará presente no Rio de Janeiro e no Amazonas, com os candidatos Wilson Witzel e Wilson Lima, respectivamente.

O PDT vai ao segundo turno no Rio Grande do Norte, com Carlos Eduardo, no Amazonas, com Amazonino Mendes, e em Mato Grosso do Sul, com o juiz Odilon.

O PCdoB garantiu o Maranhão no domingo, reelegendo o governador Flávio Dino, que derrotou Roseane Sarney.

O PSD obteve o Paraná com o Ratinho Júnior, o Tocantins reelegeu o governador Mauro Carlesse e o PP obteve o Acre, elegendo Gladson Cameli, que interrompeu 20 anos de governos petistas no Estado, derrotando o candidato do PT, Marcus Alexandre. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade