Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Líder nas pesquisas, Caiado (DEM) encerra campanha em cidade de romeiros


postado em 06/10/2018 19:08

O senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) encerrou sua campanha de primeiro turno neste sábado em Trindade, cidade a 16 quilômetros da capital de Goiás, conhecida pelo Santuário Basílica e sua tradição religiosa. O democrata está em primeiro lugar nas pesquisas, com 47% no mais recente levantamento do Ibope.

Apesar da vantagem, Caiado disse achar pretensioso fazer qualquer avaliação prévia de seu desempenho nesse primeiro turno. Antes de iniciar uma carreata pela cidade, acompanhado por assessores e um locutor de rodeio, Caiado afirmou que conseguiu ao longo da campanha aglutinar apoios, principalmente da base do governo do Estado. "Tenho um sentimento amplo de apoio da sociedade", disse.

O senador salientou que quis encerrar a campanha na cidade por ser católico e Trindade concentrar a maior romaria de Goiás. Ainda em sua pré-campanha, no fim de julho, Caiado fez uma romaria de 18 quilômetros na região.

O senador não oficializou apoio a candidatos à Presidência da República durante sua campanha. Ele afirmou que sua posição, no segundo turno, deverá ser definida de acordo com o partido. Os líderes do DEM vão se reunir em Brasília na terça-feira para tratar do assunto. O partido apoiou a candidatura de Geraldo Alckmin (PSDB), juntamente com as demais legendas do Centrão. "O partido vai tomar uma decisão, mas nenhum vai antecipar essa decisão sem que haja a reunião da executiva", afirmou.

Durante a carreata de Caiado, no entanto, era claro o apoio a Jair Bolsonaro (PSL) em camisetas e cartazes dos demais candidatos e dos eleitores que o acompanhavam. Candidatos estaduais do PDT, DEM, PRP, dividiam o espaço em adesivos e camisetas com o capitão reformado.

Na disputa pelo governo de Goiás, os candidatos do PSDB, Zé Eliton, e do MDB, Daniel Vilela, aparecem tecnicamente empatados atrás de Caiado com, respectivamente, 13% e 12% das intenções de votos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade