Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

'Este tipo de ataque pessoal não vamos fazer', diz Haddad, sobre críticas de Ciro


postado em 13/09/2018 14:22

O candidato à Presidência pelo PT, Fernando Haddad, evitou responder a ataques do concorrente Ciro Gomes (PDT), que, na quarta-feira, 12, comparou o petista à ex-presidente da República Dilma Rousseff.

"Este tipo de ataque pessoal não vamos fazer", disse Haddad, durante agenda pública em Osasco, na Região Metropolitana de São Paulo. "Nossa estratégia até o final da campanha é só comparar proposta. Se você me apresentar uma proposta dele (do Ciro) para comentar, eu comento."

Em sabatina do jornal O Globo, Ciro disse que o Brasil não aguenta outra Dilma. A linha adotada pelo pedetista é de questionar a competência administrativa de Haddad, e não diretamente a pessoa dele, de quem é próximo.

Na agenda desta quinta, Haddad busca recuperar terreno onde Ciro Gomes tem investido a campanha.

Justiça

Haddad também comentou a abertura de reclamação disciplinar do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) contra promotores de São Paulo que ofereceram, na semana passada, denúncias contra ele e o ex-governador paulista, Geraldo Alckmin, candidato do PSDB. "Isto depura o MP. Promotor não pode fazer política", disse.

O petista também afirmou que em um eventual governo dele vai fortalecer o Ministério Público, que, para ele, "precisa ser apartidário para ser forte".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade