Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

"Marta percebeu que as pessoas sentiram por ela ter saído do PT", diz Suplicy


postado em 05/08/2018 18:10

Ex-marido da senadora Marta Suplicy, o vereador da capital paulista Eduardo Suplicy (PT) avalia que a saída de Marta do MDB e da vida partidária ocorre após ela ter percebido que os eleitores lamentaram sua saída do PT, em 2015.

"Acho que decorre muito das situações difíceis que ela acabou vivendo por ter saído de um partido que tanto a havia apoiado", disse Suplicy, que é candidato ao Senado nas eleições de outubro.

Para o vereador, Marta decepcionou seus eleitores ao votar pelo impeachment de Dilma Rousseff em 2016 e a favor da reforma trabalhista proposta pelo governo Michel Temer. "Pelo que eu percebo, muitas pessoas ficaram sentidas com ela. Acho que ela deve ter percebido isso e talvez achado melhor (sair)", declarou o político.

Para os filhos e netos, Suplicy acredita que a decisão foi positiva, pois agora Marta passaria a ter mais tempo para se dedicar à família.

Não fugindo de seu roteiro de décadas, Eduardo Suplicy afirma que vai procurar conversar com Marta para que ela, mesmo fora de cargos públicos, defenda sua proposta de instituir a chamada Renda Básica de Cidadania no País.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade