Publicidade

Estado de Minas

Líder do MDB no Senado defende que Temer defina já se é pré-candidato


postado em 17/05/2018 13:48

São Paulo, 17 - A líder do MDB no Senado, Simone Tebet, reforçou a necessidade de definição rápida da candidatura do partido ao Palácio do Planalto durante entrevista nesta quinta-feira, 17, à Rádio Eldorado.

Para ela, o ideal é que o presidente Michel Temer defina "imediatamente" se tentará a reeleição em outubro. Uma demora, acredita Simone, pode frustrar todos os planos do partido.

"O sentimento da bancada é de que devemos pelo menos tentar candidatura própria e isso deve ser definido logo, até mesmo para que Henrique Meirelles ou outros interessados possam colocar mais confortavelmente suas pré-candidaturas. Se o presidente demorar mais, não teremos condições nem de lançar a candidatura própria", avaliou.

Ela também disse que membros do MDB saíram satisfeitos do encontro com o ex-ministro da Fazenda realizado na quarta-feira, 16. "Minha preocupação é verificar se teremos realmente condições de ter uma candidatura viável que possa pelo menos chegar ao segundo turno", afirmou.

Em entrevista ao jornal

O Estado de S. Paulo

no início deste mês, Simone Tebet já havia avaliado que os pré-candidatos do partido à Presidência - o presidente Michel Temer e o ex-ministro Henrique Meirelles - só deveriam entrar na disputa se tiverem chance de chegar ao segundo turno. No entanto, ambos não passam dos 2% das intenções de voto, segundo mais recente pesquisa Datafolha, publicada em abril.

Para ela, "não adianta forçar uma candidatura e arrastar consigo para baixo, puxar, diminuir a bancada no Congresso e candidatos a governador".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade