Publicidade

Estado de Minas

Partidos dão a largada para definir nomes para disputar prefeitura de BH

De hoje a 5 de agosto, legendas escolhem candidatos a prefeito. Hoje será a vez da Rede


postado em 20/07/2016 06:00 / atualizado em 20/07/2016 10:09

Com o calendário eleitoral mais curto pela primeira vez, por causa das alterações na legislação, a temporada de convenções partidárias, que vão confirmar os nomes dos candidatos à Prefeitura de Belo Horizonte, será aberta hoje. Grande parte dos partidos, porém, deve deixar a realização dos encontros mais para o final do prazo, que vai até 5 de agosto. Antes mesmo das datas confirmadas, pelo menos nove pré-candidatos já se lançaram e estão em pré-campanha.


As costuras para confirmar os nomes e as alianças estão cada vez mais intensas, com reuniões diárias dos pré-candidatos com os partidos e aliados políticos. Enquanto a corrida eleitoral não começa oficialmente, eles também estão em pré-campanha, fazendo agendas na capital. Embora eles já tenham datas para as convenções, na maior parte dos casos elas também estão em aberto, pois dependem das costuras políticas.

A convenção da Rede para confirmar a candidatura do deputado estadual Paulo Lamac será realizada hoje. Está prevista a presença da ex-senadora Marina Silva, líder nacional da legenda. Outro que deve ser oficializado candidato já nos dias iniciais é o vice-prefeito Délio Malheiros. Segundo ele, a convenção do PSD está prevista para sexta-feira, mas a data ainda está sendo fechada.


Na semana que vem, outros partidos com pré-candidatos definidos devem fazer suas convenções. O PSDB, que teve a pré-candidatura do deputado estadual João Leite lançada pelo senador Aécio Neves, marcou a convenção para 28 de julho. O partido rival, o PT, deve fazer sua convenção para confirmar o deputado federal Reginaldo Lopes na disputa no dia 30 de julho. No dia 31 é a vez de o pré-candidato Paulo Brant (PSB), nome lançado pelo prefeito Marcio Lacerda, ser confirmado na convenção do partido. Na mesma data, o PDT faz seu encontro para selar o nome do deputado estadual Sargento Rodrigues na disputa.


O PMDB, segundo o líder da Maioria na Assembleia, deputado Vanderlei Miranda, ainda não decidiu a data, mas deve deixar a decisão mais para o final, até porque não vai haver disputa. Já foi definida a pré-candidatura do deputado federal Rodrigo Pacheco. O PHS, que lançou o nome do ex-presidente do Atlético Alexandre Kalil, ainda não decidiu a data, mas o pré-candidato antecipou que a convenção deve ocorrer entre amanhã e 25 de julho. No último dia, por enquanto, está marcada a reunião do PROS, do deputado federal Eros Biondini, também lançado pré-candidato.


Mesmo com as convenções ocorrendo até 5 de agosto, as últimas definições de coligações e composição de chapa podem ser esticadas. Isso porque, geralmente, os partidos remetem as finalizações às executivas municipais. Segundo o calendário eleitoral, o registro das candidaturas no Tribunal Regional Eleitoral será até as 19h de 5 de agosto. Depois disso, começam oficialmente as campanhas eleitorais.


Confira a agenda das convenções (as datas ainda podem ser modificadas)

20 de julho

Rede – pré-candidato Paulo Lamac
22 de julho
PSD – pré-candidato Délio Malheiros
28 de julho
PSDB – pré-candidato João Leite
30 de julho
PT - pré-candidato Reginaldo Lopes
31 de julho
PSB – pré-candidato Paulo Brant
PDT - pré-candidato Sargento Rodrigues
Entre 25 e 31 de julho
PHS – pré-candidato Alexandre Kalil
5 de agosto
Pros – pré-candidato Eros Biondini
Sem data
PMDB – pré-candidato Rodrigo Pacheco


Publicidade