Publicidade

Estado de Minas

Subsecretário de Administração prisional de Minas é exonerado

Demissão de Antônio Padova Júnior agrava a crise na Secretaria de Defesa Social, comandada pelo ex-deputado Bernardo Santana


postado em 07/07/2015 13:20 / atualizado em 07/07/2015 14:23

Ex-subscretário de Administração Prisional Antônio de Padova (foto: Clarissa Barçante/ALMG)
Ex-subscretário de Administração Prisional Antônio de Padova (foto: Clarissa Barçante/ALMG)
A crise na Secretaria de Estado de Defesa Social, comandada pelo ex-deputado federal Bernardo Santana (PR), fez sua primeira vítima. O subscretário de Administração Prisional e procurador de Justiça, Antônio de Padova Marchi Júnior, foi exonerado. Em seu lugar deve assumir o coronel Edilson Ivair Costa que, até junho, chefiava a 18ª Região de Polícia Militar, que responde pela região do Sul de Minas.

Padova foi o autor de uma carta que começou a circular há dois meses nas redes sociais com críticas às nomeações de apadrinhados políticos para cargos estratégicos dentro do sistema prisional, que enfrenta super lotação. Outras mudanças
devem acontecer ao longo da semana na Superintendência de Administração Prisional. Devem sair também os responsáveis pela administração das vagas do sistema prisional e possivelmente o chefe de gabinete de Padova, Samuel Marcelino.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade