Publicidade

Estado de Minas

No Dia Mundial contra a Corrupção, Janot pede troca de comando na Petrobras

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, defendeu a punição de todos os envolvidos no esquema investigado pela Operação Lava Jato da Polícia Federal


postado em 09/12/2014 12:22 / atualizado em 09/12/2014 12:41

"Diante de um cenário tão desastroso na gestão da companhia [Petrobras], o que a sociedade brasileira espera é a mais completa e profunda apuração dos ilícitos perpetrados, com a punição de todos, todos os envolvidos", enfatizou Janot (foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF )

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, sugeriu na manhã desta terça-feira a demissão de toda a diretoria da Petrobras, o que incluiria a presidente da petrolífera, Maria das Graças Foster. O discurso foi feito na Conferência Internacional de Combate à Corrupção, na sede da Procuradoria Geral da República, em Brasília. Janot classificou como desastrosa a gestão da Petrobras e defendeu a punição de todos os envolvidos no esquema investigado pela Operação Lava-Jato da Polícia Federal.

“Em se tratando de uma sociedade de economia mista, com a presença de capital majoritário da União – e, pois, do povo brasileiro – é necessário maior rigor e transparência na sua forma de atuar. Esperam-se as reformulações cabíveis, inclusive, sem expiar ou imputar previamente culpa, a eventual substituição de sua diretoria, e trabalho colaborativo com o Ministério Público e demais órgãos de controle”, afirmou o chefe do Ministério Público.

"Diante de um cenário tão desastroso na gestão da companhia [Petrobras], o que a sociedade brasileira espera é a mais completa e profunda apuração dos ilícitos perpetrados, com a punição de todos, todos os envolvidos”, enfatizou Janot. Ele cobrou que a presidente Dilma Rousseff regulamente a Lei Anticorrupção, que permitirá a punição de pessoas jurídicas em atos de corrupção.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade