Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

LANÇAMENTOS


postado em 12/07/2019 04:08

À MARGEM DA HISTÓRIA  
De Euclides da Cunha   
Editora Unesp  
421 páginas  
R$ 89   
R$ 15 (e-book)   

Euclides da Cunha (1866-1909) foi escritor, jornalista, professor e poeta. Sua obra mais conhecida é Os sertões, resultado de sua cobertura jornalística da Guerra de Canudos, no sertão da Bahia. À margem da história é o último livro de Euclides e se divide em quatro partes com ensaios nos quais se evidenciam a dedicação euclidiana à pesquisa de documentos e fontes diversas e o relevante papel que a produção jornalística (com crônicas e ensaios publicados na grande imprensa, períodicos e revistas culturais) assume em sua formação literária. Ele mergulha em temas como a vida dos seringueiros na Amazônia, o grave problema da disparidade socioeconômica entre sertão e litoral, que permanecem na ordem do dia em pleno século 21, mais de um século depois da morte de Euclides da Cunha.








O CHAMADO DA TRIBO   
De Mario Vargas Llosa   
Editora Objetiva   
216 páginas   
R$ 54,90   
R$ 37,90 (e-book)   

O escritor peruano Mario Vargas Llosa, prêmio Nobel de Literatura, apresenta as leituras que moldaram seu pensamento nos últimos 50 anos. Ele selecionou os sete pensadores liberais que o ajudaram a desenvolver um novo conjunto de ideias após uma grande decepção: o desencanto com a Revolução Cubana e o distanciamento das ideias de Jean-Paul Sartre. Llosa estabelece um diálogo denso com os pensadores que formaram sua base de leitura: Adam Smith, José Ortega y Gasset, Friedrich Hayek, Karl Popper, Raymond Aron, Isaiah Berlin e Jean-François Revel. A partir desses autores, Vargas Llosa conheceu uma tradição de pensamento que favorece o indivíduo frente à tribo, à nação, à classe ou ao partido, e que defende a liberdade de expressão como um valor fundamental para o exercício da democracia.








O HOMEM DO CASTELO ALTO   
De Philip K. Dick   
Editora Aleph   
308 páginas   
R$ 39,90   
R$ 18,15 (e-book)   

Autor do clássico de ficção científica Androides sonham com ovelhas elétricas? – levado ao cinema como Blade Runner – O caçador de androides –  Philip K. Dick (1928-1982) cria uma visão assombrosa da humanidade ao apresentar um mundo onde a Alemanha nazista e o Japão venceram a Segunda Guerra Mundial. Os negros são escravos e os judeus sobreviventes se escondem sob identidades falsas. Lançado em 1963, O homem do castelo alto ganhou o prêmio Hugo, o principal da ficção científica, e deu fama ao autor. Dick publicou 44 romances e 121 contos, uma extensa obra marcada por profundos questionamentos sobre a condição humana e, principalmente, qual a verdadeira natureza da realidade.








A FRANÇA CONTRA OS ROBÔS   
De Georges Bernanos   
Editora É Realizações   
256 páginas   
R$ 49,90   
R$ 24,95 (e-book)   

O escritor francês Georges Bernanos (1888-1948) foi, durante a Segunda Guerra Mundial, desde o seu autoexílio no Brasil, uma voz incisiva na denúncia do colaboracionismo de parte da França com o regime nazista. Perante a derrota de Hitler, sua batalha deveria terminar? De maneira nenhuma: sem concessões em seu antitotalitarismo, ele antevê e se opõe a uma nova ameaça à liberdade, ascendente tanto no mundo capitalista como no mundo comunista – o império da técnica, do dinheiro, do controle mecânico. A França contra os robôs é uma eloquente defesa da liberdade humana diante do crescente predomínio da tecnologia. Esta edição conta com uma seção de textos inéditos, incluindo correspondências, entrevistas, discursos e anotações de Bernanos concomitantes à escrita do livro.








BEAUVOIR PRESENTE  
De Julia Kristeva   
Sesc Edições   
128 páginas   
R$ 55   
R$ 44,55 (e-book)  

Nesta obra, a crítica literária e romancista búlgara Julia Kristeva se debruça sobre a atualidade da escritora, filósofa e ativista francesa Simone de Beauvoir (1908-1986), que marcou a metade do século 20 com a publicação de O segundo sexo, um tratado sobre a condição das mulheres no período. Segundo Kristeva, o pensamento de Beauvoir corresponde a uma “revolução antropológica” e por isso ainda encontra ecos e desdobramentos tão contundentes nos fundamentos que circundam o multifacetado movimento feminista. Abordando tópicos como sexualidade, política, maternidade, feminismo, psicanálise e, principalmente, liberdade, Kristeva faz uma leitura pessoal de Beauvoir e revela possibilidades para apreender o feminino hoje.








ALÉM DO CARNAVAL   
De James N. Green   
Editora Unesp   
554 páginas   
R$ 79   
R$ 61,62 (e-book)   

Em Além do carnaval – A homossexualidade masculina no Brasil do século XX, James Green questiona a visão estereotipada de que a expressão desinibida e licenciosa do comportamento homossexual durante o carnaval comprova a asserção de que a sociedade brasileira tolera a homossexualidade e a bissexualidade na vida cotidiana.James Naylor Green é professor de história moderna da América Latina e diretor da Iniciativa Brasil na Brown University (EUA). Especialista em estudos latino-americanos, Green é brasilianista,  viveu no Brasil entre 1976 e 1982 e sua trajetória esteve sempre ligada ao ativismo pelos direitos LGBT.


Publicidade