Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Lançamentos


postado em 21/06/2019 04:09

CONTRA OS ASTRÓLOGOS l
De Sexto Empírico l
Editora Unesp l
89 páginas l
R$ 42,00 l



Em Contra os astrólogos, Sexto Empírico problematiza a suposta capacidade de associar os eventos celestes aos acontecimentos ligados às vidas dos homens. Ao elaborar suas críticas, Sexto fornece minuciosas informações sobre as astrologias da época e propõe uma distinção entre a astrologia, com suas pretensões cosmológicas e antropológicas, e uma forma de astronomia que consiste apenas em observar os fenômenos celestes e codificá-los pragmaticamente. Com isso, o cético acaba por prenunciar uma concepção empírico-experimental de ciência, à maneira dos modernos. Sexto Empírico foi um filósofo grego que viveu por volta do século 2 d.C., o maior expoente do ceticismo pirrônico.
Sua obra tem caráter antimetafísico e empirista.

 

 

VIOLA CAIPIRA  l
De Roberto Corrêa  l
Editora Viola Corrêa  l
206 páginas  l
R$ 59,90  l

 

 

Em Viola caipira: das práticas populares à escritura da arte, o músico e pesquisador mineiro Roberto Corrêa conta a trajetória do instrumento no Brasil, com ênfase ao “avivamento” ocorrido nos últimos anos. A obra é resultado da tese de doutorado de Roberto Corrêa em musicologia na Universidade de São Paulo (USP). Com 40 anos dedicados à viola, ele apresenta fatos envolvendo produtores, plateias, pesquisadores, mídia, luthiers – profissional especializado na construção e no reparo de instrumentos de corda –, responsáveis pela criação de nova cena para a viola a partir de 1960. “A expansão do uso da viola no Brasil, a partir da década de 1960, em diferentes cenários musicais, em diferentes camadas sociais e em diferentes gerações, caracteriza de fato um avivamento, um
momento histórico para o instrumento”, afirma o autor na introdução da obra.

 

 

A VIDA SECRETA
DOS ANIMAIS  l
De Peter Wohlleben  l
Editora Sextante  l
256 páginas  l
R$ 34,90  l

 

 

A vida secreta dos animais vai ao encontro de todos que sentem afeto e curiosidade por esses seres, especialmente os que já se perguntaram o que se passa na cabeça dos bichos, domésticos ou selvagens. Eles têm consciência? E sentimentos? Como lidam com a morte? A ciência se debruça sobre essas interrogações, embora muitas ainda estejam cercadas de mistério e, às vezes, controvérsia. São perguntas também de Peter Wohlleben, engenheiro florestal e autor do livro também de A vida secreta das árvores, no qual destrincha intrincada rede de relações entre as espécies. A instigante proposta de desbravar um mundo oculto se mantém no novo título. Agora, o escritor alemão mostra pontos de encontro que aproximam animais de humanos. A despeito das incontáveis diferenças, há um consistente caminho de semelhanças, talvez uma essência compartilhada.

 

 

 

QUEM É DE LÁ
QUE VEM AÍ?  l
De Dino Sávio  l
Letramento  l
352 páginas  l
R$ 49,90 l

 

 

O romance Quem é de lá que vem aí?, nas palavras do próprio autor, “conta a saga de um jovem que, seduzido pela estonteante beleza de uma mulher que ele nunca vira antes, permite-se ser 'sequestrado' por ela. Eles vivem um dia fantástico, mas a moça se recusa a fornecer qualquer pista que pudesse identificá.la. Quem é, de onde veio, para onde vai, onde mora. Nada disso é revelado. Obcecado, o jovem percorre dez países em três anos, para encontrá-la. E nesse período descobre um mundo”. Dino Sávio, natural de Itaguara, é jornalista e já atuou em jornais e TV e em comunicação empresarial.  A obra em questão
 é o seu primeiro romance, que teve sinopse divulgada nas redes sociais em nove idiomas como forma de atrair futuros leitores.

 

 

SETENTA  l
De Henrique Schneider  l
Edição independente  l
160 páginas  l
R$ 39,90  l

 

 

Vencedor do prêmio Paraná de Literatura em 2017, Setenta, do escritor gaúcho Henrique Schneider, trata da tortura durante a ditadura militar no Brasil. Em 1970, Raul é um bancário dedicado, que leva vida tranquila, voltada ao trabalho, sem envolvimento com política. Mas, um dia, em meio à euforia da final da Copa do Mundo no México, ele é confundido com um militante, preso e jogado em uma cela para confessar o que não sabe. Escrito entre 2014 e 2015, em meio à convulsão políticas nas ruas, o livro nasceu do choque do autor ao ver pessoas defendendo a volta da ditadura militar. “Por paradoxal que possa parecer, um dos temas do livro é a liberdade”, afirma ele.

 

 

DOIS ARTISTAS
DAS SOMBRAS  l
De Rodrigo Naves  l
Companhia das Letras  l
R$ 89,90  l
R$ 39,90 (e-book)  l

 

 

O historiador da arte Rodrigo Naves propõe um diálogo único e surpreendente sobre duas figuras que fizeram da opacidade do mundo sua matéria-prima: El Greco e Oswaldo Goeldi. Quase três séculos separam a pintura de El Greco (1541-1614) das xilogravuras do brasileiro Oswaldo Goeldi (1895-1961). Neste livro ricamente ilustrado, com cronologia dos artistas e indicações de leitura, Rodrigo Naves mergulha no universo de ambiguidades desses dois mestres. O autor narra a infância e adolescência de Goeldi na Suíça, sua admiração por Alfred Kubin, seus primeiros contatos com a xilogravura, seu olhar para a periferia do mundo. E comenta os anos de El Greco em Veneza, a influência de Tiziano e Tintoretto, as aproximações e os distanciamentos com o maneirismo.
 


Publicidade