Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas Realidade

Degradação ambiental e escassez de energia


19/06/2021 04:00 - atualizado 18/06/2021 23:01

José Pedro Naisser
Curitiba 

“Não são as Centúrias de Nostradamus, mas sim a Lei da Causa e Efeito, pela falta de fiscalização no desmatamento da nossa floresta amazônica, que produz os rios voadores que formam as chuvas para abastecer as represas do Sul e Sudeste. Nada foi feito até agora para combater a degradação. E agora a natureza manda sua conta, pela escassez da água dos rios voadores que abastecem os reservatórios, no Sul e Sudeste, já que o Brasil não investe em energia solar e eólica, prefere emitir uma MP, com termelétricas a diesel, que poluem 32 vezes mais que as de gás natural, porque não temos gasoduto. Esse é o quadro fúnebre, caótico, trágico que nos aproxima do inverno, quando aumenta o consumo da energia, e, o que é pior, além da escassez da água para os reservatórios, o Sul e Sudeste também terão escassez da água potável para os humanoides. O que poucos sabem, se cuidássemos da Amazônia, teríamos para o Sul e Sudeste os rios voadores vindos da Amazônia, só que agora nem mesmo as nuvens de chuva conseguem se formar naquele bioma. Como parte do castigo, a região amazônica está totalmente inundada com o Rio Negro, que já chegou a 30 metros com as inundações, porém toda essa água é levada para o oceano, sem passar para outros estados. Preparem-se, porque pode ficar pior.”

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade