Publicidade

Estado de Minas Polêmica

As decisões de Curitiba e as do STF


20/04/2021 01:40 - atualizado 19/04/2021 22:50



José Carlos Saraiva da Costa
Belo Horizonte

"Sergio Moro condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá. Em janeiro de 2018, três desembargadores do TRF-4, Victor Laus, Gebran Neto e Leandro Paulsen, condenaram o ex-presidente Lula nesse processo. No início de abril do mesmo ano, o então juiz federal Sergio Moro determinou que Lula se apresentasse voluntariamente à Polícia Federal, em Curitiba. Lula ficou preso em Curitiba durante 580 dias. Em meados de novembro de 2018, foi condenado pela juíza Gabriela Hardt no processo do sítio de Atibaia. No final de novembro de 2019, os desembargadores legitimaram a decisão de Hardt. O plenário do Supremo Tribunal Federal anulou, na última quinta-feira, as ações penais contra Lula, por não se enquadrarem no contexto da operação Lava-Jato. A Suprema Corte brasileira aniquilou o trabalho dos juízes federais e dos desembargadores, mostrando a todos o descrédito da Justiça no Brasil. O STF desmoralizou o TRF-4 e a 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba."

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade