Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Postura de candidatos é criticada por leitor


18/10/2020 04:00

Gregório José
Belo Horizonte 
 
“É muito engraçado quando notamos pessoas brigando em uma cidade pelos mesmos objetivos, mas com vieses e pensamentos modificados por causa da eleição. Todos querem uma cidade com sustentabilidade, proteção às árvores, aos animais e ao meio ambiente. Queremos escolas melhores e com tempo integral para nossos filhos (quando éramos estudantes, quanto menos longe da escola melhor). Desejamos ter o esgoto tratado e a água limpa em nossas torneiras, mas se pagamos R$ 100 por ela brigamos e ficamos indignados. Amamos ficar na claridade da energia elétrica, mas não queremos pagar mais de R$ 200. Queremos que os nossos prefeitos façam obras em nossas ruas, mas no bairro vizinho, nem pensar. Fico cá imaginando as falas mansas e promessas vãs que são ditas para nos enganar em tempo de eleição. Candidato a vereador que nem sabe o que faz um edil prometendo isso e aquilo e dizendo que é contra corrupção e é honesto. Ora, temos que ser honestos conosco mesmos. Sem demagogia, sem casuísmo. Mas os honestos só aparecem agora. Voltamos àquela velha história: candidato a vereador tinha que ser preparado, tinha que passar por uma escola de Legislativo (ou de política), antes de se aventurar numa campanha eleitoral. Mas, infelizmente, 90% deles estão ali pelo dinheiro no final do mês por quatro anos, sem preocupação. Se todos os candidatos querem o mesmo para nossas cidades, por que temos que brigar com nosso vizinho, nosso colega de trabalho, ouvir potoca de taxistas (ou motorista de aplicativo que não gosta de política, mas é especialista no que deveria ser feito)? Chega! Não devemos brigar, pois, quem ganhar, fará muito pelos seus. Para o povo e pelo povo, se der.”

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade