Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas ATÔMICAS

Leitor lembra as bombas em Hiroshima e Nagasaki


09/08/2020 04:00

Eduardo Martins Cardoso
Belo Horizonte

"Em 6 e 9 de agosto de 1945, aconteciam os primeiros e até hoje únicos bombardeios atômicos da história, em Hiroshima e Nagasaki, marcando um dos conflitos centrais da Segunda Guerra Mundial. Setenta e cinco anos depois, sobreviventes ainda lidam com os traumas causados pela experiência de passar pela tragédia, descrevendo, em entrevistas e documentários, como as cidades se tornaram um mar de fogo, com corpos queimados e pessoas gritando. Acontecimentos como esses marcam na história o que grandes potências podem fazer numa disputa de poder e se tornam um lembrete de que nunca estamos realmente seguros. No mundo atual, com o avanço da tecnologia, bombas mais potentes e armas biológicas já são uma realidade, e tragédias de magnitude ainda mais alarmante se tornam uma possibilidade. Hiroshima e Nagasaki são o exemplo de como cidadãos comuns, vivendo sua vida, estão sujeitos a guerras que estão fora do nosso controle e do nosso campo de visão, e só podemos torcer para que não sejamos atingidos." 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade