Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas EDUCAÇÃO

A diferença de modelos


postado em 26/05/2020 04:00

João Baptista Herkenhoff
VItória 

“Dois modelos de educação podem ser concebidos. Um que se opõe a todas as mudanças estruturais porque defende a imobilidade social. ‘Que fique tudo como dantes no quartel de  Abrantes’, como se dizia antigamente. Outro que pretende desnudar a realidade, denunciar a injustiça do sistema, negar a ideia de que alguns nascem para dominar e  outros para ser dominados. Segundo o dito popular, ‘quem nasce para boi nunca  chega a ferrão.’  Discorda também de uma mudança de papéis entre opressores e oprimidos, conforme retratado  com sutileza pelos versos de João Mulato e Douradinho: ‘Na boiada já fui boi, o  carreiro me bateu, o carreiro virou boi, o ferrão agora é meu’. O  mundo pretendido pela educação libertadora é um mundo de fraternidade, sem  espada e sem ferrão, sem coronéis que ordenam e boiada que obedece. Não foi, por  mero acaso, que Paulo Freire foi preso pela ditadura de 1964, nem foi sem motivo que o  emérito educador foi obrigado a exilar-se durante aquele sombrio  tempo no Brasil.”

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade