UAI

Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Serra do Curral: identidade, coletividade e educação


10/05/2022 04:00

Marco Antônio Silva
Professor de história da Una
ilustração sobre Serra do Curral

Ambientalistas, comunidades tradicionais, entidades da sociedade civil, intelectuais e artistas vêm unindo suas forças em defesa de um importante patrimônio cultural de Minas Gerais: a Serra do Curral. O Conselho Estadual de Política Ambiental aprovou, em 30 de abril último, projeto que permite a exploração de 31 milhões de toneladas de minério de ferro em 102 hectares da serra, durante 13 anos.

Situada ao norte do Quadrilátero Ferrífero, a Serra do Curral tem uma imensurável riqueza histórica, cultural e ambiental. Ela foi referência para os bandeirantes que vinham navegando pelo Rio das Velhas e foi também um atrativo para ocupação do estado, ainda no século 18. Os membros da bandeira chefiada por João Leite da Silva Ortiz, motivados pelo terreno fértil para a agricultura, fundaram nessas paragens o arraial de Curral del-Rei. No século 19, o local foi escolhido para abrigar a nova capital de Minas Gerais e a Serra do Curral permaneceu como um símbolo da memória histórica e afetiva dos belo-horizontinos.

Na Serra do Curral, existem áreas de preservação ambiental que abrigam milhares de espécies. Merece registro também o fato de ser um manancial que garante o abastecimento de toda a região metropolitana. Seus diversos córregos abastecem as bacias dos rios Paraopeba e das Velhas, que fornecem mais de 70% da água potável consumida na capital. Sua importância cultural levou ao tombamento pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e pelo município como paisagem cultural. Infelizmente, em nível estadual, não houve nenhuma proteção cultural até o presente.

Os argumentos apresentados por técnicos, pesquisadores e ambientalista são praticamente unânimes ao apontar que a execução do projeto trará um risco geológico de erosão do Pico Belo Horizonte (tombado nas esferas municipal e federal), à segurança hídrica da capital, queda da qualidade do ar, danos aos imóveis, à tranquilidade dos moradores, pacientes e funcionários do Hospital da Baleia, prejuízos à fauna, flora e às manifestações de comunidades tradicionais.

Em situações de grande complexidade, os mais diversos interesses e impactos socioculturais e ambientais, além do desenvolvimento econômico, precisam ser estudados. Nesse contexto, a educação é um instrumento indispensável na constituição de uma percepção crítica de mundo. Educação essa que não deve ser marcada pelo processo de acúmulo passivo de informações; é necessário que promova a construção de ambientes de reflexão consistentes e embasadas na ciência.

A mobilização de conhecimentos advindos da biologia, da geografia, da história, da sociologia e da antropologia oferece uma lupa para a compreensão da gravidade do problema que ameaça a Serra do Curral. Em uma perspectiva de educação cidadã, conhecer, reconhecer e compreender sua importância traz como consequência a constituição de uma atitude proativa por meio da participação política coletiva, utilizando-se os canais institucionais de pressão sobre as autoridades e dentro das regras estabelecidas pelo Estado de direito em uma sociedade democrática.

Segundo a coordenadora das áreas de licenciaturas e saúde da Una, professora Ana Cristina Hostt, a formação de um profissional ético e atuante perpassa por várias esferas, que incluem a participação cidadã e o reconhecimento de sua história, identidade e capacidade para transformar o mundo à sua volta. Por isso, fomentaremos debates e atuaremos em defesa do nosso patrimônio histórico, social e cultural: a Serra do Curral.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade