UAI
Publicidade

Estado de Minas artigo

Gastronomia mineira e desenvolvimento regional


12/10/2021 04:00



Vani Pedrosa
Pesquisadora, especialista educacional do Senac e coordenadora 
do Programa Primórdios da Cozinha Mineira 
 
 
Nunca foi tão necessário falarmos sobre geração de renda, transformação de vida, de resgate e desenvolvimento regionais. Vivemos em um mundo acelerado e hiperconectado e, muitas vezes, esquecemos de valorizar aquilo que está perto de nós. Quando trazemos esse foco para a gastronomia mineira, temos muito sobre o que conversar! A nossa gastronomia é rica em detalhes, cores, histórias e sabores. Nossa cultura alimentar passa de geração a geração e cada vez mais ganha amplitude no cenário mundial.

Em Minas, encontramos uma riqueza de ingredientes e a nossa herança alimentar segue encantando a quem nos visita. Foi pensando nisso que, há cinco anos, o Senac em Minas abraçou a pesquisa “Primórdios da Cozinha Mineira” e a transformou em um programa educacional, com foco no desenvolvimento regional. O objetivo é resgatar e dar novos usos a hábitos, técnicas e produtos alimentares dos primeiros colonizadores de Minas Gerais. 

A primeira fase do “Primórdios” ocorreu na região entre as Serras da Piedade ao Caraça, que abrange as cidades mineiras de Santa Bárbara, Caeté, Catas Altas e Barão de Cocais. Lá foi trabalhada, entre outras, a recuperação do processo de fabricação do Queijo Minas Artesanal do Entre Serras e do Queijo Frei Rosário. Em 2018 e 2019, em Maria da Fé, no Sul de Minas, foi realizado um trabalho de valorização do azeite produzido na região. Em Barbacena, foi feito o mapeamento do roteiro gastronômico das Serras Alterosas da Mantiqueira, com o resgaste dos modos de fazer dos pratos servidos ao imperador Dom Pedro I.

No final de 2020, o programa chegou a  Diamantina e atua abordando a cultura gastronômica de cinco distritos da cidade. Também vem sendo realizado o levantamento das tradições culturais e alimentares, baseadas nos quintais das casas e no modo de vida dos moradores, que foram e são impactados pela influência dos indígenas e dos negros.

Nestes cinco anos, mais de 2,4 mil pessoas foram qualificadas para fabricação de produtos comercializáveis. A ideia do programa não é apenas desvendar a cultura gastronômica do estado, mas também gerar renda e valorizar a cadeia produtiva, por meio da qualificação dos envolvidos e, consequentemente, o reconhecimento e a potencialização dos itens locais e serviços para o mercado. 

Alguns pilares norteiam a atuação para se chegar ao conhecimento da identidade alimentar do território: pesquisas e publicações, qualificações e aprimoramento de serviços, resgate e aperfeiçoamento de produtos, descoberta de receitas e técnicas, participação em feiras e eventos, difusão espontânea do programa e resultados, formação de uma rede para capacitação e seleção de apoiadores técnicos, identificação de roteiros turísticos e do produto possível de registro de origem local.

É urgente pensarmos em iniciativas que, de fato, transformem a vida das pessoas. O 'Primórdios' é um trabalho de investigação, que gera resultado e renda para os produtores locais, além de fomentar os negócios e o turismo. Temos casos de pessoas beneficiadas pelo programa que já viajaram para fora do país para divulgação de produtos resgatados por meio do nosso trabalho ou ainda histórias de quem comprou a casa própria por meio da fabricação de quitandas.

É graças ao empenho de uma série de profissionais como pesquisadores, chefes de cozinha, professores e alunos de gastronomia e das áreas de gestão e da qualidade do produto, além de outros apoiadores técnicos, que esse programa segue transformando vidas. Após o trabalho desses profissionais, os resultados, transformados em produtos tradicionais, ganham contemporaneidade, fortalecendo a economia criativa local, podendo ser inseridos também no mercado externo, para alavancagem da cadeia produtiva deste produto ou serviço.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade