Publicidade

Estado de Minas

Espaço do leitor


postado em 14/08/2019 04:00

KIRCHNERISMO
Solidariedade com a
situação da Argentina

Luiz Rapio
Rio de Janeiro

"Eu choro por ti, Argentina! Como um país tão belo, tão rico em cultura, recursos naturais e humanos consegue se aproximar do terrível abismo da volta do kirchnerismo, por culpa de uma luta política insana? Nem o mais melodramático tango conseguiria explicar em sua letra esta trágica vocação."

 
PREVIDÊNCIA
Pedido de inclusão de 
estados e municípios 

Ivan Silva
Itabira – MG

"Parabéns a todos os deputados que votaram a favor da reforma da Previdência. A voz do povo é a voz de Deus. A maioria dos brasileiros é a favor da reforma. Agora, é a vez de o Senado aprovar a reforma e incluir estados e municípios."

BRASIL
Combate à 
corrupção

Humberto Schuwartz Soares
Vila Velha – ES

"Forças brasileiras que deveriam ampliar a esperança de 'passar o Brasil a limpo' e apoiar a Operação Lava-Jato querem, a todo custo, desmoralizar, 
inviabilizar e paralisar Dallagnol e Moro, em vez de se solidarizar e fortalecer o combate à corrupção. Justo os que detêm o poder de decisão são contra a Lava-Jato e o vital fornecimento de suspeições financeiras pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) aos órgãos repressores. O fracasso do nosso time, Brasil, é devido aos nossos 'atletas consagrados' que, de propósito, fazem gols contra."


EMBAIXADA BRASILEIRA
Defesa da indicação 
de Eduardo Bolsonaro 

Hernani José de Castro
São Gonçalo do Rio Abaixo – MG 

"Esta gritaria contra a ida do filho do presidente Bolsonaro para a embaixada brasileira nos Estados Unidos não tem nenhuma razão de ser. A prioridade presidencial, beneficiando um de seus 
filhos, não é nenhum mal que imita o legado lulista. Esses incautos malfeitores deveriam copiar a avestruz, enfiando suas cabeças em buracos. Suas ações têm, apenas, uma direção: observar e jogar o povo contra o atual governo. Nunca vimos nenhum desses ter suas faces 
ruborizadas pela riqueza do privilegiado filho do Lula, nem quando ficou milionário da noite para o dia, pois antes trabalhava num zoológico. Daí o absurdo, e nada de protesto. Com a eleição, o resultado em números dos vencidos mostrou que grande parte dos brasileiros é motivada pela 'avareza'. Isso revela que o grande grupo não conhece o valor da nacionalidade. Inclui-se parte dos que se posicionam 
como intelectuais."


Publicidade