Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Gratidão, uma meta para 2019

Aprender com os erros, sejam ou não nossos, é ser sábio


postado em 16/12/2018 05:07

 

 





Ano novo chegando e, novamente, aquela fase de estabelecer metas para o próximo ano. Também é época para fazer um balanço das metas estipuladas no ano anterior.

E, sobre isso, aprendi uma lição com um amigo e sua esposa. Ele reclamava que o ano não tinha sido bom, que terminava pior do que começou e que estava muito triste por chegar ao final do ano e não ter dinheiro nem para contratar o jardineiro para cortar a grama. Foi quando ouvi sua esposa, com muita sabedoria, responder-lhe: "Não temos o dinheiro para o jardineiro, mas temos o gramado".

Quanta sabedoria e gratidão envolvidas nesta pequena frase!

Talvez o ano não esteja terminando como gostaríamos, mas estamos aqui, vivos, respirando, pensando, tendo possibilidade de recomeçar. E é aí que entra o sentimento mais importante do mundo: a gratidão. E se em vez de reclamar, agradecêssemos pelo dom da vida, pela família, pelos amigos, por tudo o que temos e pela possibilidade de recomeço?

Sei que alguns dirão: "Lá vem aquele velho papo de agradecer, recomeçar, mas o fato é que não consegui atingir meus objetivos e estou frustrado". Realmente, é um "velho papo", mas quando vemos alguém que gostaria de seguir em frente, porém está numa cama de hospital, ou quando vemos uma mãe que perdeu uma filha com 6 anos, como vi há alguns dias, começamos a entender como temos abundância. Agradecer não é contentar-se, desanimado, com o que se tem, mas olhar com compreensão e sabedoria para a vida e para nós mesmos. O simples fato de podermos continuar nossa jornada e colocar nossos projetos em prática já nos torna pessoas privilegiadas.

Quando praticamos a gratidão, algo mágico acontece. Colocamos outro olhar sobre a vida, alterando nosso ponto de vista e permitindo que o foco esteja naquilo que deu certo. Mas o que não deu certo também é motivo de gratidão, visto que abre espaço para o aprendizado, e aprender com os erros, sejam ou não nossos, é ser sábio.

No próximo ano, que nossa principal meta seja agradecer por cada novo dia, compreendendo que o aprendizado não está na meta atingida, mas no caminho percorrido para atingi-la. E quando a meta for alcançada, vibre, mas vibre muito, porque comemorar uma conquista, além de ser um direito de quem busca com confiança, é uma forma de agradecimento a si mesmo e a todos que participaram do caminho com você, que sozinho não teria chegado lá.

Finalizo este ano agradecendo ao caminho trilhado, às pessoas que fizeram parte dele e à vida, que nos permitiu tudo isso.


Publicidade