Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Espaço do leitor


postado em 08/12/2018 05:08






cartas:



CONSTRUÇÃO CIVIL
Mortes podem
ser evitadas

Santelmo Xavier Filho
Belo Horizonte

"Infelizmente, ocorreu outro soterramento em obra da construção civil. Falhas administrativas, o desuso de equipamentos de proteção coletiva ou individual e a má qualificação profissional são variáveis que levam desde as 'perdas próximas' aos acidentes fatais, com diversos tipos de lesões ou danos patrimoniais, ambientais e econômico-financeiros. Ocorrem, também, nesse tipo de trabalho, intoxicações letais por gás metano, devendo ser prevista ventilação local diluidora para garantir que seja diminuída a concentração do gás e sempre permita ter no ambiente, no mínimo, 19% de oxigênio. A indústria necessita criar equipamento que faça esse tipo de serviço de forma geral, deixando a execução manual somente para os locais em que estes não forem capazes de realizar o trabalho, exigindo uma fiscalização rigorosa das medidas protetivas para evitar eventos críticos. Para que um tubulão seja escavado em profundidade superior a três metros, é necessária uma sondagem prévia do terreno. Em geral, as normas regulamentadoras, principalmente, a NR-18, inerente à construção civil, exigem a avaliação de um engenheiro responsável técnico habilitado, sendo que para profundidades maiores que 1,25m os taludes instáveis devem ter a estabilidade garantida por meio de estruturas dimensionadas para tal finalidade, sendo também observadas as exigências da norma ABNT-NBR 9061/85, que trata da segurança de escavação a céu aberto. Os acessos de pessoal, equipamentos e veículos nas áreas de escavação devem ter sinalização de advertência permanente, não sendo permitida a utilização de mão de obra desqualificada e o trânsito de veículos impedido no local de trabalho, por causa das vibrações que causam a instabilidade do solo e permitem a ocorrência de deslizamentos de terra. O material retirado da escavação deve ser colocado a uma distância igual ou superior à metade da profundidade escavada. Significa que se o tubulão terá 10 metros de profundidade, a distância mínima à qual se deve depositar o material será igual ou superior a cinco metros. Isso deve constar no Programa de Condições e Meio Ambiente do Trabalho na Indústria da Construção-PCMAT. Deve haver um plano de resgate e de transporte de acidentados e os empregados serem treinados, no mínimo, oito horas em atividades da operação, noções de primeiros socorros e resgate. O diâmetro mínimo de um tubulão deve ser igual a 80cm, podendo ser reduzido a 70cm, apenas com a justificativa técnica do engenheiro responsável pela fundação. A liberação das etapas de serviço deve ser registrada em livro de registros diários. Lamentando a ocorrência desse acidente, alerto os profissionais da construção civil e os proprietários de empresas construtoras para a importância da prevenção dos potenciais acidentes de trabalho. Um bom profissional de segurança do trabalho realiza suas atividades por meio de um planejamento e trabalhando no campo, verificando passo a passo se o planejado está em conformidade com o que deve ser executado, para que possam ser corrigidas rapidamente as não conformidades, e a obra siga o seu curso com qualidade total ambiental."

política
Cidadão ataca
gestão comunista

Antonio Jose Gomes Marques
Rio de Janeiro

"O governador Flávio Dino, do Maranhão, que durante a campanha presidencial falou muita besteira do Bolsonaro e apoiou o corrupto PT, não deve ter nenhum crédito do novo governo federal. Afinal, cada um com seus problemas. E, para piorar, agora, cisternas estão se estragando no Maranhão por ficar expostas ao sol devido à seca, e ele como um cara tão esperto para criticar o Bolsonaro será que não tinha um local para guardá-las, ou mesmo instalá-las para não estragarem? Essa é a maneira de gente ligada ao PT fazer política e tratar dinheiro público como capim, ou seja, adoram um marketing e adoram criticar, mas no poder são enganadores. E pior, no Maranhão não tem um hospital, após quatro anos de governo do PCdoB, parecido ao Sírio ou Einstein. Por quê? Porque o povo não precisa e o governador e sua família têm um jatinho à disposição para ir até São Paulo quando precisarem. É isso aí."

SUPREMO
Ministros do STF
recebem crítica

Benone Augusto de Paiva
São Paulo

"Afinal de contas, o nosso Supremo Tribunal Federal (STF) é composto de ministros excelentemente bem pagos para esculhambar com o nosso já cambaleante Poder Judiciário, ou para manter uma Justiça imparcial aos cidadãos deste país? Então, por favor, me expliquem: por que tanta boa vontade e pressa para libertar os ladrões da nação e nenhum interesse em julgar os bandidos protegidos pela lei da 'imunidade parlamentar' sob a vossa responsabilidade?"



internet




TEMPORAL DE GRANIZO: AS IMAGENS DA DESTRUIÇÃO EM BH QUANDO O DIA AMANHECEU
“Sempre pagamos um preço altíssimo por políticas públicas mal implementadas ou conduzidas. Nesse caso da van é a queda de uma árvore gigante em consequência de um evento danoso, trágico da natureza. Mas quantos de nós já pelejamos para conseguir cortar ou podar uma árvore sem sucesso, porque esbarramos na burocracia do poder público. Hoje o que se vê em nossa capital são várias e várias árvores comprometidas e doentes. Matando cada vez mais!”
. Alessandro Gomes Soares

“Culpa da modernidade da vida fácil nas grandes cidades. Concretamos e asfaltamos tudo, sem deixar espaço para a água filtrar no solo, fechamos os rios, córregos e nascentes, desmatamos florestas, acabamos com os animais. Tudo isso por prazer e satisfação da humanidade. Agora a culpa é da chuva. É muito fácil culpá-la por erros de quem deveria agradecer, proteger e conservar o verde. O resultado está aí.”
. Wanderson Canuto

MOTORISTA DE CAMINHONETE BATE EM CARRO, INVADE ACADEMIA E FOGE
“Provavelmente, estava bêbado e fugiu com medo das sanções da lei. O que a lei deveria pregar é, caso o indivíduo não permaneça no local do crime, deve ser considerado que estava bêbado e ser punido também por falta de socorro médico, sem direito a fiança. E pagar as custas da academia também. Aí sim, as coisas começam a mudar.”
. Thiago Alves

“Esse motorista que fugiu faz parte da escória da sociedade. Covardia!”
.Miguel A.

BH RECEBERÁ R$ 320 MI PARA OBRAS DE CHUVAS QUE ESTAVAM PARADAS E COLETA DE LIXO
“Esse é o resultado da visita do ministro que veio ano passado. Se tiver projeto, o dinheiro vem.”
.Karlson Silveira

 

 


Publicidade