Publicidade

Estado de Minas

'O sonho de todo jornalista é mandar parar as máquinas', diz Pedro Lobato

E ele já mandou


postado em 07/09/2018 07:00 / atualizado em 11/12/2018 18:18


Foi quando Barack Obama anunciou a morte de Osama Bin Laden. Naquela noite,  coube a Pedro Lobato tomar o telefone e dizer ao responsável no parque gráfico o célebre jargão jornalístico. 'Pare as máquinas', disse então nosso entrevistado deste episódio do Megafone.


(foto: Getúlio Fernandes/EM/D.A Press)
(foto: Getúlio Fernandes/EM/D.A Press)

Com 33 anos de carreira, ele não esconde o prazer em compartilhar ensinamentos decorrentes de casos como esse: 'O combustível é o entusiasmo, a matéria-prima é a informação e o parâmetro é ético. Você não conhece seu patrão; seu verdadeiro chefe é o leitor".

Este episódio dO Megafone teve leitura de textos de Daniel Seabra, edição e produção de Getúlio Fernandes e apresentação de Fred Bottrel.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade