Publicidade

Estado de Minas

'Quando ponho o nome ali, sou eu, o leitor e o texto', diz Gustavo Werneck

Repórter há 25 anos, conta que reza para os entrevistados


postado em 04/05/2018 09:00 / atualizado em 04/05/2018 13:26


O nome é Gustavo Werneck. Nosso convidado de hoje é jornalista desde 1977 e está no Estado de Minas há 25 anos. A principal arma dele, um texto primoroso, já foi usada para defender o meio-ambiente e o patrimônio histórico mineiro. 

"Isso é muito importante: um país com pouco mais de 500, Minas tem um patrimônio de 300 anos que é fabuloso", diz Gustavo.

Este episódio do Megafone teve produção de Lucas Negrisoli, Getúlio Fernandes, Rafael Alves, apresentação de Fred Bottrel e participação de Flávia Ayer.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade