UAI
Publicidade

Estado de Minas VACINAÇÃO INFANTIL

Criança de Lençóis Paulista não teve reação à vacina, conclui vigilância

Nessa quarta-feira, a Prefeitura de Lençóis Paulista suspendeu a vacinação de crianças após menina de 10 supostamente ter sofrido reação adversa


20/01/2022 15:20 - atualizado 20/01/2022 15:35

Aplicação de vacina em braço
Vacinação com a dose pediátrica da Pfizer é destinada a crianças de 5 a 11 anos (foto: Pixabay/Reprodução)
O Centro de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo concluiu, na tarde desta quinta-feira (20/1), que a menina de 10 anos internada após ser vacinada contra a COVID-19, em Lençóis Paulista, no Centro-Oeste do estado, não teve reação ao imunizante pediátrico da Pfizer.

De acordo com a Vigilância, a análise foi realizada por mais de 10 especialistas e apontou que a criança é portadora de uma doença congênita rara, desconhecida até então pela família, o que desencadeou o quadro clínico.

Ontem, a Prefeitura de Lençóis Paulista suspendeu por sete dias a vacinação de crianças após a menina ser internada. A criança teria sofrido, segundo a família, alterações nos batimentos cardíacos cerca de 12 horas após receber a dose pediátrica da vacina.

*Aguarde mais informações


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade