Publicidade

Estado de Minas VACINA CONTRA A COVID-19

'PIFAIZER!': vídeo ironizando governo pela recusa de vacinas viraliza; veja

Em meio a memes e referências à cultura pop, publicação do comediante 'Esse Menino' se tornou um dos assuntos mais comentados nas redes sociais


11/06/2021 10:30 - atualizado 11/06/2021 11:43

Publicação do comediante 'Esse Menino' conta com mais de 7,5 milhões de visualizações(foto: Reprodução)
Publicação do comediante 'Esse Menino' conta com mais de 7,5 milhões de visualizações (foto: Reprodução)
Através da CPI da COVID, investigações revelaram que representantes da indústria farmacêutica Pfizer tentaram contato com o governo do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) ao menos 53 vezes por e-mail para venda de vacinas. Entretanto, a empresa não obteve resposta do governo brasileiro.



A recusa da vacina da farmacêutica por parte do governo Bolsonaro foi o tópico do vídeo 'Pifaizer', feito pelo humorista 'Esse Menino'. Em cerca de 3 minutos de gravação, o comediante ironiza o fato ao 'imitar' representantes da empresa tentando contato com o governo brasileiro.

O clipe foi postado no IGTV do perfil oficial do Instagram do humorista nessa quinta-feira (10/6) e conta com mais de 7,5 milhões de visualizações. Além disso, a gravação foi reproduzida em outros perfis e em outros sites, como no Twitter.

O vídeo abre com o escrito 'e-mail 1' e uma pessoa escrevendo uma carta de apresentação para o governo. "Querido presidente Bolsonaro.. Não, presidente Bolsonaro. Não, Bolsonaro. Aqui quem fala é ela, a pifaizer (Pfizer). Tá passada?".

Logo no início, a forma que o comediante diz o nome da vacina se tornou meme. Na última quinta-feira, o termo PIFAIZER se tornou um dos assuntos mais comentados do Twitter Brasil. 

O humorista critica a política brasileira em meio a falas cheias de memes, como 'as vacinas, tão no grau, mami!!!', e referência à cultura pop, como 'sabia que ela (Lady Gaga) é meio italiana?'. Até mesmo a polêmica da atriz Juliana Paes, que afirmou não precisar se posicionar sobre política, pois não está em extremos, virou piada nas mãos de 'Esse Menino'.

"Não tivemos notícias suas. Saiba que ainda é do nosso interesse fazer o Brasil de vitrine da imunização. Tal qual a abertura da novela 'Belíssima'. O brasileiro está performando e Caetano (Veloso) ao fundo, vitrine para o mundo. Rimou. Aguardo notícias suas", ironiza o comediante em referência à abertura da novela da TV Globo na qual as atrizes desfilaram alegres usando roupas de gala em uma sala branca. 

"Olha, olha. Passando em sua rua o caminhão da vacina. Promoção de vacina saindo por 50% do valor só para vocês! A preço de custo. O gerente enlouqueceu. Não, sério. Ele não tá bem. Tá preocupado", diz.

"Segue o pix!".

Em outro momento, o comediante ironiza que o valor que seria pago pelo Brasil seria metade do preço que a Inglaterra pagaria. "Não conta para a Rainha Elizabeth".  Por fim, ele pergunta: "Você vê The Crown?", em referência à série que relata a vida da família real inglesa.

Veja o vídeo:

Quem é ‘Esse menino’?

Com 262 mil seguidores no Instagram, 'Esse Menino' é roteirista e humorista mineiro. Apesar do vídeo da 'PIFAIZER' ser o seu primeiro viral, o comediante já era conhecido em Belo Horizonte. 

Com humor e carisma, o humorista produz os próprios roteiros e faz sátiras dos mais variados assuntos, como política, depressão, ansiedade e comunidade LGBTQI+.

Em 2020, antes da quarentena, o humorista participou do quadro 'XÔTIFALÁ' do apresentador e jornalista Zotha para o IGTV do Estado de Minas. A entrevista fala sobre a carreira do comediante de forma descontraída com detalhes da vida pessoal.

Na época, 'Esse Menino' estava promovendo a música 'Sofrência de Passiva'.

"Como comediante, eu me sinto meio coringa, capaz de fazer tudo", comentou.

Veja:

Conheça o trabalho do ‘Esse Menino’: 

*Estagiária sob supervisão do subeditor Daniel Seabra


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade