Publicidade

Estado de Minas

Brasil ultrapassa 11 milhões de casos de COVID-19; mortes são 265.411

Foram 80.508 novos casos registrados nas últimas 24 horas, com 1.086 vidas perdidas


07/03/2021 20:14

Leitos de UTIs em vários estados têm ocupação de 80%(foto: Ministério da Saúde/Divulgação)
Leitos de UTIs em vários estados têm ocupação de 80% (foto: Ministério da Saúde/Divulgação)
 
Depois de viver a pior semana desde o início da pandemia, com mais de 10 mil óbitos em sete dias, o Brasil volta a registrar números muito elevados de mortes e casos de coronavírus. Neste domingo (7/3), o país chegou a mais de 11 milhões de infectados com os 80.508 novos casos registrados nas últimas 24 horas. No mesmo período, foram 1.086 vidas perdidas.
 
Enquanto governadores e prefeitos discutem a viabilidade de adotar lockdown ou não, a incidência de casos atinge patamares assustadores. A cada 100 mil habitantes, pelo menos 5.243 são contaminados pela doença, colocando o sistema de saúde do país sob risco – mais de 20 estados estão com ocupação de leitos de UTI acima dos 80%. 

O número de casos deste domingo (7/3) só não é maior que os 87.843 registrados em 7 de janeiro, em claro reflexo das aglomerações de fim de ano. Agora, infectologistas apontam que há exagerado número de festas clandestinas ocorrendo em todo o país, o que dificulta o controle da COVID-19.

Somados aos mais de 11 milhões de casos, o Brasil completou 265.411 mortes desde o início da pandemia. A taxa de mortalidade é de 126,3 por 100 mil habitantes.

São Paulo registrou nas últimas 24 horas 6,051 casos e 46 óbitos. Já o Rio de Janeiro contabilizou 1.697 infectados e cinco mortes.

Neste domingo, Minas Gerais completou 164 mortes e 6,3 mil casos. As regiões Norte, Noroeste e Triângulo estão na onda roxa do programa Minas Consciente.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade