Publicidade

Estado de Minas TRAGÉDIA

Laudo confirma que choque que matou adolescente foi causado pelo carregador

Primeira análise comprovou a causa da morte de João Vitor Domat Remus, 13 anos. Investigações aguardam laudo do carregador para demonstrar as circunstâncias do ocorrido


27/08/2020 16:40

João Vitor Domat Remus, de 13 anos, morreu, em 6 de agosto deste ano(foto: Arquivo Pessoal)
João Vitor Domat Remus, de 13 anos, morreu, em 6 de agosto deste ano (foto: Arquivo Pessoal)
Análises confirmaram que a morte do adolescente João Vitor Domat Remus, 13 anos, foi, de fato, provocada por choque elétrico decorrente do carregador de celular. A Ordem dos Advogados do Brasil no DF (OAB-DF) teve acesso ao primeiro laudo, comprovando a causa.
 
Charles Bicca, presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, Adolescente e Juventude da OAB-DF informou que o laudo do aparelho deve ser entregue ainda nesta semana, o que irá demonstrar melhor em que circunstâncias a tragédia ocorreu.
 
"Estamos acompanhando o caso desde o início para assegurar a proteção integral prevista em lei a todas as crianças e adolescentes que podem estar sujeitos ao mesmo risco", declarou Charles.

O choque aconteceu na noite de 28 de julho, em Palmas, capital do Tocantins, onde a família estava morando. Ele havia pedido para usar o carregador da irmã, e acabou levando um choque ao encostar no plug macho de um aparelho que quebrou, dentro de uma extensão, com poucos dias de uso.
 
O adolescente ainda foi levado para o Hospital Geral de Palmas (HGP), onde a equipe médica conseguiu reanimá-lo. Mas, após 10 dias internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), ele não resistiu. João Vitor morreu, em 6 de agosto, e foi sepultado dois dias depois.


Campanha


O caso motivou a OAB-DF a iniciar a campanha "Crianças e eletrônicos: perigo à vista", com o objetivo de conscientizar pais e responsáveis alertando para importantes cuidados na hora de comprar eletrônicos. Além de verificar se os aparelhos são aprovados pelos órgãos fiscalizadores, é imprescindível supervisionar o uso de celulares, carregadores, videogames e eletrônicos em geral.

A ordem fará uma palestra em parceria com o especialista Alexandre Garcia Barbosa, Diretor do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), médico pediatra da Secretaria de Saúde do DF e médico do Resgate Aeromédico do Corpo de Bombeiros Militar do DF (Helicóptero), dando as devidas informações de segurança. A apresentação será feita no canal do YouTube da OAB-DF, em 9 de setembro, às 19h.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade