Publicidade

Estado de Minas

Primeira-dama do tráfico, mulher do traficante Nem é presa no Rio de Janeiro

Danúbia Rangal foi condenada a 28 anos de prisão por tráfico de drogas, associação com o tráfico e corrupção. Ela estava foragida desde março do ano passado.


postado em 10/10/2017 18:56 / atualizado em 10/10/2017 19:02

Nas redes sociais, Danúbia postava fotos em praias mesmo sendo foragida da Justiça. (foto: Reprodução/Facebook)
Nas redes sociais, Danúbia postava fotos em praias mesmo sendo foragida da Justiça. (foto: Reprodução/Facebook)
Danúbia Rangel, mulher do traficante Antônio Lopes, o Nem da Rocinha, foi presa na tarde desta terça-feira (10), no Rio de Janeiro.


Agentes da polícia fluminense prenderam Danúbia na casa de uma amiga, em uma das ruas de acesso ao Morro do Dendê, na Ilha do Governador.

 

Ela afirmou que tem poucas informações sobre o marido, já que não podia visitá-lo por estar foragida. A “primeira-dama do tráfico” foi levada para a Cidade da Polícia no final da tarde.

 

Ela foi condenada a 28 anos de prisão por tráfico de drogas, associação com o tráfico e corrupção, mas estava foragida desde o ano passado.

 

Na Rocinha, onde antes era chamada de “xerifa”, grupos liderados por Nem e por Rogério 157 travam uma batalha sangrenta que aterroriza moradores. Nas últimas semanas foram feitas várias operações policiais, algumas com reforço das forças federais, para conter a violência.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade