UAI
Publicidade

Estado de Minas MIAMI

Ao menos cinco migrantes morrem afogados nas águas de Porto Rico


28/07/2022 14:48

Ao menos cinco migrantes morreram afogados e 66 foram resgatados após um barco, suspeito de traficar pessoas, os deixar perto de uma ilha no oeste de Porto Rico, informou a Guarda Costeira dos Estados Unidos nesta quinta-feira (28).

As autoridades federais e locais estão monitorando a área em busca de outros possíveis sobreviventes ao redor de Punta Arenas, na ilha Mona. O local não é habitado e fica situado cerca de 70 quilômetros a oeste de Porto Rico.

Segundo o comunicado da Guarda Costeira, os guardas florestais porto-riquenhos relataram a descoberta de cinco corpos e 66 sobreviventes, 41 homens e 25 mulheres, entre eles dois menores de idade.

Entretanto, a quantidade de pessoas a bordo do navio ainda é desconhecida, assim como a nacionalidade e idade dos passageiros.

Dezenas de pessoas morreram nos últimos meses nas águas do Caribe, enquanto tentavam emigrar em busca de um futuro melhor. Muitas dessas vítimas eram do Haiti, o país mais pobre das Américas que vive uma grave crise política, econômica e de segurança.

No domingo, 17 migrantes haitianos se afogaram e outros 25 foram resgatados após o naufrágio de um barco na costa das Bahamas. As autoridades acreditam que eles estavam indo para Miami, no sudeste dos EUA.

O Canal de Mona, onde é localizada a ilha de mesmo nome, é um lugar perigoso para travessias devido suas fortes correntezas. Está situada entre a ilha Espanhola, que inclui o Haiti, República Dominicana e Porto Rico.

Em maio, 11 migrantes morreram e 38 foram resgatados com vida após um barco virar na deserta ilha Desecheo, no canal de Mona.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade