UAI
Publicidade

Estado de Minas BERLIM

Tesla sob suspeita na Alemanha pela proteção de dados


19/07/2022 10:08

Uma associação alemã de consumidores acusou a fabricante americana Tesla de falhas em relação à privacidade de dados de seus veículos elétricos, além de afirmações enganosas sobre a redução de emissões de CO2.

A federação de organizações de consumidores VZBV, uma das mais importantes da Alemanha, anunciou nesta terça-feira (19) que iniciou "uma ação judicial contra a Tesla no tribunal de Berlim".

Em comunicado, a associação alerta para as câmeras dos carros elétricos de Elon Musk.

Os clientes da Tesla afirmam não saber que as informações sobre o uso do modo sentinela - pelo qual as câmeras monitoram os arredores do carro - violam as leis europeias de privacidade de dados, explicou o VZBV.

Nos novos modelos da fabricante, as câmeras registram o que acontece dentro, mas também fora, permitindo que o veículo seja rastreado quando está parado.

Os usuários desta função "devem obter o consentimento dos transeuntes próximos ao carro para o processamento de seus dados pessoais", disse Heiko Dünkel, advogado da VZBV.

Portanto, é "praticamente impossível" cumprir as normas de proteção de dados ao usar esta função, acrescentou Dünkel, que alertou que os motoristas "correm o risco de receber multas".

De acordo com a VZBV, a Tesla também engana seus clientes com anúncios divulgando os benefícios climáticos de comprar seus carros.

A venda de "créditos de emissões" da montadora americana para empresas concorrentes significava que outras montadoras poderiam "emitir mais", o que não ficou claro para os compradores, segundo a associação de consumidores.

A Tesla abriu este ano sua primeira fábrica na Europa, nos arredores de Berlim. A fabricante pretende produzir cerca de 500 mil veículos por ano na capital alemã.

TESLA MOTORS


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade