UAI
Publicidade

Estado de Minas MADRI

Justiça espanhola se opõe à entrega de corpo de ex-presidente angolano


15/07/2022 17:18

O corpo do ex-presidente angolano José Eduardo dos Santos, falecido em 8 de julho em Barcelona, permanecerá no Instituto Médico Legal enquanto forem feitos exames complementares da autópsia e for identificado o "familiar ou familiares" aos quais o cadáver deve ser entregue, decidiu a justiça espanhola nesta sexta-feira (15).

O Tribunal Superior de Justiça da Catalunha "não aceita pôr à disposição da família o cadáver do ex-presidente de Angola, senhor Dos Santos", anunciou em nota.

"Apesar de o informe provisório da autópsia destacar como natural a morte do senhor Dos Santos, o juizado (...) acordou provas complementares", diz o comunicado.

Uma de suas filhas, Tchizé dos Santos, havia apresentado uma denúncia na Espanha dias antes de sua morte por "tentativa de homicídio".

Ela acusou o médico pessoal de seu pai e a última esposa dele, Ana Paula, de serem os responsáveis pela deterioração de sua saúde.

José Eduardo dos Santos, que governou Angola com mão de ferro entre 1979 e 2017, morreu aos 79 anos em uma clínica de Barcelona, onde tinha sido hospitalizado após sofrer um infarto em 23 de junho.

Sua entrada na unidade de terapia intensiva evidenciou as fortes tensões existentes no seio da família Dos Santos, especialmente entre sua última esposa, Ana Paula, e sua filha, Tchizé, de 44 anos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade