UAI
Publicidade

Estado de Minas TÓQUIO

Ex-executivos da operadora de Fukushima condenados a pagar US$ 97 bilhões


13/07/2022 06:05

Um tribunal de Tóquio condenou nesta quarta-feira (13) os ex-diretores da operadora da central nuclear de Fukushima envolvidos no desastre de 2011 a pagar 13,32 trilhões de ienes (97 bilhões de dólares) em danos e prejuízos.

Os quatro ex-diretores da Companhia de Energia Elétrica de Tóquio (TEPCO) foram condenados a pagar pelos danos em um processo iniciado pelos acionistas da empresa pelo desastre nuclear provocado por um tsunami.

Em 11 de março de 2011, um terremoto submarino na costa leste do Japão provocou um tsunami que submergiu os sistemas de resfriamento de vários reatores na central de Fukushima Daiichi e causou o pior acidente nuclear desde o registrado em abril de 1986 em Chernobyl (Ucrânia).

Quase 12% da região de Fukushima foi declarada insegura em um primeiro momento, mas atualmente a situação afeta apenas 2% do território. Ainda assim, as populações de várias cidades são muito menores atualmente do que antes do acidente.

A TEPCO é alvo de processos nos tribunais por parte dos sobreviventes da tragédia, além dos acionistas da empresa.

O grupo trabalha em um longo processo de desmantelamento da central nuclear, que deve durar décadas e é muito caro.

O tsunami de 2011 deixou 18.500 mortos e desaparecidos.

TEPCO - TOKYO ELECTRIC POWER


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade