UAI
Publicidade

Estado de Minas RIGA

Letônia retomará serviço militar obrigatório por tensões com Rússia


05/07/2022 20:58

O ministro da Defesa da Letônia, Artis Pabriks, anunciou nesta terça-feira (5) que o país báltico voltará a impor o serviço militar obrigatório diante das crescentes tensões com a Rússia no meio da guerra na Ucrânia.

"O atual sistema militar da Letônia alcançou o seu limite. Ao mesmo tempo, não há motivo para pensar que a Rússia mudará o seu comportamento", declarou Pabriks aos jornalistas.

A Letônia havia suprimido o serviço depois de se juntar à Otan. Desde 2007, suas forças armadas contavam com soldados de carreira e voluntários da Guarda Nacional.

O país de menos de dois milhões de habitantes, limítrofe com Belarus e Rússia, tem atualmente 7.500 soldados ativos e membros da Guarda Nacional, respaldados por 1.500 soldados da Otan.

Pabriks disse que o serviço militar obrigatório passará a vigorar no próximo ano, com várias opções possíveis para cumprir o requisito.

Gatis Priede, um soldado da Guarda Nacional, qualificou a medida como "a melhor notícia", e assinalou que a decisão deveria ter sido tomada depois que a Rússia anexou a Crimeia em 2014.

"Isto é o correto, treinar mais reservistas para fortalecer o nosso exército e, em geral, à Otan, que apresenta carências críticas nas regiões da Europa do Norte e o Báltico", comentou à AFP.

Pabriks também anunciou planos de construir outra base militar perto da cidade de Jekabpils, situada perto da fronteira russa.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade