UAI
Publicidade

Estado de Minas TÓQUIO

Japão protesta após voo de aviões militares russos e chineses perto de seu território


24/05/2022 09:38

Bombardeiros chineses e russos voaram juntos nesta terça-feira perto do território japonês, anunciou o ministro da Defesa, Nobuo Kishi, que explicou que o governo de seu país protestou oficialmente junto a Pequim e Moscou para expressar sua "grande preocupação".

Estes voos coincidem com uma cúpula realizada em Tóquio da aliança "Quad", que reúne os líderes dos Estados Unidos, Japão, Austrália e Índia, que manifestaram preocupação com a crescente influência militar da China na região Ásia-Pacífico.

"Dois bombardeiros chineses se uniram a dois bombardeiros russos no Mar do Japão e realizaram um voo conjunto no Mar da China Oriental", informou Kishi à prensa.

"Depois disso, um total de quatro aviões, dois supostos (novos) bombardeiros chineses - que substituíram os dois bombardeiros (anteriores) - e dois bombardeiros russos, realizaram um voo conjunto do Mar da China Oriental ao Oceano Pacífico", acrescentou.

Kishi disse que um avião de inteligência russo também voou do norte da ilha de Hokkaido até a península de Noto, no centro do Japão, nesta terça, e classificou essas manobras de "provocativas", tendo em conta a cúpula em Tóquio.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade