UAI
Publicidade

Estado de Minas LONDRES

Reino Unido vai 'agir', se protocolo norte-irlandês não mudar, adverte chanceler


12/05/2022 08:06

O governo britânico advertiu nesta quinta-feira (12) que "não terá outra opção a não ser agir" unilateralmente, se a União Europeia (UE) não mostrar a "flexibilidade necessária" para modificar os acordos aduaneiros pós-Brexit na Irlanda do Norte, hoje politicamente paralisada pelos unionistas.

Em uma conversa por telefone com o vice-presidente da Comissão Europeia, Maros Sefcovic, a ministra britânica das Relações Exteriores, Liz Truss, defendeu que "a situação na Irlanda do Norte é uma questão de paz e segurança interna para o Reino Unido", informou seu ministério em um comunicado.

"Se a UE não mostrar a flexibilidade necessária para ajudar a resolver estas questões, então, como governo responsável, não teremos outra opção a não ser agir", acrescentou.

O governo de Boris Johnson quer renegociar em profundidade o chamado "protocolo da Irlanda do Norte", assinado com Bruxelas quando o Reino Unido deixou a UE. As autoridades do bloco europeu estão dispostas, porém, a fazer apenas "ajustes".

Se as negociações, iniciadas há meses, não avançarem, Londres ameaça suspender unilateralmente parte do texto. Esta medida pode desencadear graves retaliações comerciais da UE.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade