UAI
Publicidade

Estado de Minas FRANKFURT

Agência reguladora alemã coloca Meta (Facebook) sob vigilância reforçada


04/05/2022 07:59

O agência reguladora da Alemanha colocou, nesta quarta-feira (4), a Meta, proprietária do Facebook, Whatsapp e Instagram, sob vigilância reforçada para estudar e reforçar possíveis abusos.

O Escritório Federal de Cartéis indicou que havia determinado que a Meta era uma empresa "de primordial importância" nos mercados, o que abre caminho para as autoridades punirem "eventuais infrações contra a livre concorrência".

Neste momento, já há duas investigações abertas pelo regulador alemão que afetam o grupo de Zuckerberg.

A Meta se junta ao Google ao ser colocada sob vigilância reforçada em virtude de uma lei alemã sobre livre concorrência de janeiro de 2021.

"O ecossistema digital criado pela Meta tem uma grande base de usuários e converte a companhia em um ator chave das redes sociais", indicou o chefe do Escritório Federal de Cartéis, Andreas Mundt.

Ao ter determinado a primordial importância da Meta, o regulador "tem capacidade para intervir contra qualquer infração à livre concorrência de maneira mais eficaz do que por meio dos instrumentos que estiveram disponíveis para nós até agora", acrescentou.

Os gigantes tecnológicos estão sendo submetidos a crescente vigilância em todo o mundo devido à sua posição dominante e às suas práticas fiscais.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade