UAI
Publicidade

Estado de Minas MOSCOU

Adesão da Finlândia e Suécia à OTAN teria 'consequências', alerta Moscou


15/04/2022 07:48

A adesão da Finlândia e da Suécia à OTAN traria "consequências" para esses países e para a segurança europeia, alertou nesta sexta-feira (15) o Ministério das Relações Exteriores da Rússia.

Esses países "têm que entender as consequências de tal medida para nossas relações bilaterais e para a arquitetura da segurança europeia como um todo", disse a porta-voz do ministério, Maria Zakharova, em comunicado.

"Ser membro da OTAN não pode fortalecer sua segurança nacional. De fato, eles (Finlândia e Suécia) estarão na linha de frente da OTAN", acrescentou.

Helsinque e Estocolmo estão considerando ingressar na Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) após a ofensiva militar russa contra a Ucrânia.

Na quinta-feira, o ex-presidente russo e atual número dois do Conselho de Segurança da Rússia, Dmitri Medvedev, afirmou que se a Finlândia e a Suécia aderirem à Aliança Atlântica, Moscou reforçará seus recursos militares, especialmente nucleares, no Mar Báltico e perto da Escandinávia.

A Finlândia, que compartilha cerca de 1.300 quilômetros de fronteira com a Rússia, decidirá "em algumas semanas" se pedirá adesão à aliança, segundo seu primeiro-ministro. A Suécia não descarta a opção, mas parece estar tomando uma posição mais cautelosa por enquanto.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade