UAI
Publicidade

Estado de Minas SAN FRANCISCO

Maior acionista do Twitter, Elon Musk se pergunta se a rede social 'está morrendo'


09/04/2022 15:25

Elon Musk, o proprietário da Tesla que agora é membro da junta diretiva do Twitter, se perguntou, neste sábado (9), em sua maneira tipicamente provocativa se a rede social "está morrendo", fazendo alusão a contas com muitos seguidores, porém pouco ativas.

"A maioria dessas 'super' contas raras vezes tuítam e publicam pouco conteúdo. O Twitter está morrendo?", escreveu, acrescentando uma lista dos 10 perfis com mais seguidores.

O ex-presidente americano Barack Obama aparece na liderança, com 131 milhões de seguidores, seguido de várias estrelas do entretenimento (Justin Bieber, Katy Perry, Rihanna, Taylor Swift, Lady Gaga...) e Elon Musk, que aparece na oitava posição com 81 milhões de seguidores.

"Justin Bieber tuitou apenas uma vez este ano", acrescentou o empresário, que publica mensagens sobre seus negócios, pensamentos pessoais e memes quase todos os dias.

Após se tornar, na segunda-feira (4), o principal acionista do grupo californiano, o multi-milionário garantiu, em um documento enviado ao regulador da bolsa, que sua participação era "passiva", ou seja, que não pretendia influenciar nas grandes decisões estratégicas da plataforma.

Porém, logo foi convidado a se unir à diretoria da empresa pelo seu diretor-geral, Parag Agrawal, que o vê como "um crítico apaixonado e intenso da rede, que é exatamente o que necessitamos".

Musk disse estar ansioso para começar a fazer logo "melhoras significativas no Twitter" e perguntou em uma enquete entre os seus seguidores se eles gostariam que fosse adicionado o botão "editar" na rede social (o que permitiria editar um tuíte depois de publicado online).

Logo depois, o Twitter disse que vai começar a experimentar a ideia.

O fundador da Tesla e da SpaceX tem previsto se reunir em breve com os empregados do Twitter para uma sessão de perguntas e respostas.

Vários empregados do Twitter expressaram sua preocupação após que Musk se juntou à diretoria, citando os comentários do multi-milionário sobre as pessoas transgênero e sua reputação de ser um líder difícil, segundo mensagens de discussão interna, citado pelo Washington Post.

Na quinta (7), Musk publicou uma foto no Twitter onde é visto segurando um cigarro, rodeado por uma nuvem de fumaça. A imagem, retirada de uma de suas aparições no podcast do apresentador Joe Rogan, é acompanhada pela seguinte legenda: "O próximo conselho de administração do Twitter estará genial".

Twitter

TESLA MOTORS


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade