UAI
Publicidade

Estado de Minas WASHINGTON

EUA põem 8.500 militares em alerta por situação na Ucrânia


24/01/2022 18:11

Os Estados Unidos colocaram em alerta cerca de 8.500 militares, que poderiam ser mobilizados como parte das tropas da Otan no contexto da crise na Ucrânia, anunciou nesta segunda-feira (24) o porta-voz do Pentágono, John Kirby.

"O número de efetivos que o ministro (da Defesa) pôs em alerta elevado chega a 8.500 homens", declarou, destacando que "não foi tomada nenhuma decisão sobre um deslocamento de forças fora dos Estados Unidos no momento". Mas, "está muito claro" que os russos "não têm a intenção atualmente de reduzir a escalada", acrescentou.

O nível de alerta elevado ajuda a preparar as tropas a estarem prontas para partir em cinco dias ao invés de dez, explicou o porta-voz.

Estas tropas interviriam em apoio à força de reação rápida da Otan, que tem 40.000 militares.

Esta força de reação "não foi ativada, é a Otan que deve fazê-lo", destacou John Kirby.

"Não nos mobilizamos agora", repetiu, "não estamos dizendo que a diplomacia está morta", acrescentou, enquanto Rússia e Estados Unidos continuam negociando para tentar desarmar a crise.

Mas, "está muito claro" que os russos "não têm a intenção atualmente de reduzir a escalada", acrescentou.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade