UAI
Publicidade

Estado de Minas TIJUANA

Jornalista mexicana é assassinada em Tijuana


24/01/2022 12:35

Uma jornalista mexicana foi assassinada no domingo à noite em Tijuana, estado de Baixa Califórnia (noroeste), menos de uma semana depois que um fotojornalista morreu na mesma cidade.

Lourdes Maldonado foi "atacada com uma arma de fogo, enquanto estava em um veículo", disse a Procuradoria-Geral do Estado (FGE) em nota.

"Trabalhava como jornalista", disse a FGE, que anunciou uma investigação.

Lourdes Maldonado trabalhou como correspondente em Tijuana desde os anos noventa para um jornal mexicano.

Colaborou depois com vários veículos, entre eles o Primeiro Sistema de Notícias (PSN), de Jaime Bonilla, que foi governador de Baixa Califórnia de 2019 a 2021, dentro de uma coalizão política que sustenta o partido do presidente Andrés Manuel López Obrador, Morena.

Há alguns dias, a vítima ganhou um processo trabalhista contra o PSN por demissão abusiva.

Maldonado foi em 2019 a uma das entrevistas coletivas diárias do presidente Andrés Manuel López Obrador para pedir ajuda no processo trabalhista contra Jaime Bonilla.

"Venho aqui pedir seu apoio, ajuda e justiça trabalhista porque temo pela minha vida", disse naquela ocasião.

López Obrador expressou nesta segunda-feira seus pêsames aos familiares de Maldonado e disse que "dói muito o que aconteceu".

Afirmou que após aquela entrevista coletiva, o governo se manteve em contato com Maldonado, "a ajudou e garantiu que sua demanda fosse atendida".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade