UAI
Publicidade

Estado de Minas JOANESBURGO

Onças-pardas e leões diagnosticados com covid na África do Sul


18/01/2022 16:51

Onças-pardas e três leões que vivem em cativeiro em um zoológico na África do Sul foram infectados pelo coronavírus, possivelmente por funcionários assintomáticos, segundo um estudo publicado nesta terça-feira( 18).

A transmissão do vírus de humanos para animais "representa um risco para os grandes felinos em cativeiro", alerta o estudo realizado pela Universidade de Pretória.

Os testes de PCR em felinos resultaram positivos até sete semanas após a contaminação, o que sugere que os animais podem ser afetados por "uma forma mais grave da doença", destaca o relatório.

O estudo foi iniciado depois que três leões na África testaram positivo para covid-19 no ano passado. Eles apresentavam sintomas semelhantes aos dos humanos: dificuldades respiratórias, coriza, tosse. Uma leoa desenvolveu pneumonia.

Cinco funcionários do zoológico em contato com os animais testaram positivo, sugerindo que a fonte da infecção seria humana.

O sequenciamento de testes concluiu pela variante Delta, então dominante na África do Sul.

Um ano antes, duas onças-pardas com sinais de anorexia, diarreia e coriza também testaram positivo para covid. Elas se curaram em três semanas.

Nestes casos, nem a fonte de contaminação nem a variante puderam ser determinadas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade