UAI
Publicidade

Estado de Minas JERUSALÉM

Agência da ONU para Refugiados Palestinos precisa de US$ 1,6 bi em 2022


18/01/2022 11:51

A Agência das Nações Unidas para os Refugiados Palestinos (UNRWA) lançou um apelo à comunidade internacional nesta terça-feira (18) para arrecadar 1,6 bilhão de dólares este ano, para enfrentar um déficit orçamentário crônico.

Seu comissário geral Philippe Lazzarini alertou que a UNRWA se encontra em uma "insuficiência orçamentária crônica (...) que ameaça seriamente suas capacidades para manter seus serviços".

"A quantia que a UNRWA pede para 2022 contribuirá diretamente para o bem-estar dos refugiados palestinos, para os esforços para combater e conter a covid-19 e para a estabilidade regional", declarou o órgão em um comunicado.

No final de 2021, a agência já alertou que seus problemas orçamentários ameaçavam a continuidade dos seus programas em suas três principais atividades (educação, saúde e proteção social).

Os problemas da UNRWAU começaram depois que seu principal doador, os Estados Unidos, retirou seu apoio sob o mandato de Donald Trump. O novo governo de Joe Biden declarou no ano passado que restabeleceria o apoio aos palestinos mediante financiamento para a agência.

O órgão administra cerca de 700 escolas onde 550.000 menores estudam, assim como centros médicos para refugiados palestinos.

No total, a UNRWA fornece ajuda para mais de cinco milhões de refugiados palestinos registrados, nos Territórios Palestinos, Jordânia e Líbano.

Essa agência foi criada em 1949, um ano depois da criação de Israel, para ajudar os mais de 750.000 palestinos que fugiram ou foram expulsos durante a guerra de 1948.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade