UAI
Publicidade

Estado de Minas ROMA

Papa surpreende ao visitar loja de discos no centro de Roma


12/01/2022 15:15

O papa Francisco, um grande amante da música clássica, causou surpresa esta semana ao sair de uma loja de discos no centro de Roma, uma visita que representa um gesto de afeto especial com os donos do estabelecimento, amigos de longa data do pontífice argentino.

Esta foi uma nova "escapada" do líder católico, realizada sem aviso prévio, tal como ele fez em outras ocasiões, para visitar, no início da noite de terça-feira (11), a loja Stereosound, situada a poucos passos do famoso Panteão de Agripa.

"Foi uma visita rápida, imensa, grande, humana, maravilhosa. Não tenho outras palavras, de verdade", confessou emocionada Tiziana Esposito, filha da proprietária, à AFP.

"Era seu desejo vir nos visitar. Foi um privilégio que ele nos escolhesse. Algo maravilhoso, que não costuma acontecer", acrescentou.

O jornalista espanhol Javier Martínez-Brocal, repórter da agência de notícias Rome Reports, que se encontrava próximo do local, captou as imagens do papa saindo da loja, o que fez com que a notícia se espalhasse pelo mundo.

As saídas imprevistas do papa argentino, que confessou sofrer por não poder sair para caminhar pelas ruas como qualquer pessoa, são quase sempre por motivos muito pessoais.

Em 2015, ele compareceu a uma ótica na Via del Babuino, em pleno centro de Roma, para trocar a armação de seus óculos. Já em 2016, esteve na loja ortopédica Fisioitop, não muito longe do Vaticano, para comprar sapatos novos.

- Amor pelos vinis-

Nesta ocasião, Francisco quis cumprir uma promessa feita após sua eleição e, indiretamente, render homenagem a uma loja e a um setor emblemático, que sofre com a pirataria, a internet e os 'downloads' maciços e que, mesmo assim, segue de pé, com muitos vinis de segunda mão, quase escondida entre restaurantes e lojas de souvenir para turistas.

"O disco é uma área para apaixonados, e sempre foi assim", afirmou Esposito, que trabalha com o marido, Danilo Genio, e a mãe, Letizia Giostra, que abriu o estabelecimento em 1971.

"O papa também é um grande amante do tango [...] É uma pessoa simples e especial", disse Tiziana.

A amizade com os donos nasceu antes de ser escolhido pontífice em 2013, pois o líder católico costumava se hospedar em uma residência para religiosos próxima do Panteão e gostava de comprar discos de música clássica na Stereosound.

O pontífice, que permaneceu cerca 20 minutos na loja, levou de presente alguns discos de música clássica.

"Ele vinha quando era bispo, arcebispo e cardeal para comprar música clássica, para ele mesmo ou para dar de presente a alguém. É um amante da música, da ópera, das vozes. Em particular, é um admirador de [o compositor alemão Richard] Wagner, isso se sabe", explicou Esposito.

"O presenteamos com um 'box' de discos", contou a lojista, mas sem detalhar o conteúdo.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade