UAI
Publicidade

Estado de Minas MADRI

Rei da Espanha pede esforço coletivo para lidar com escalada das infecções


24/12/2021 19:18

O Rei Felipe VI da Espanha pediu nesta sexta-feira (24) em sua tradicional mensagem de Natal uma ação "com a maior responsabilidade individual e coletiva" para "não retroceder" na pandemia, em meio a um aumento explosivo das infecções por covid-19.

Embora "a situação seja diferente", já que 80% dos espanhóis estão totalmente vacinados, "o risco não desapareceu", alertou o chefe de Estado, em pronunciamento do Palácio de la Zarzuela, em Madri.

Por isso, pediu "atuar com a maior responsabilidade individual e coletiva" e "fazer todo o possível para não retroceder nesta crise de saúde que tanto sofrimento tem causado".

O rei se pronunciou em um momento em que a Espanha atravessa uma escalada de infecções por covid-19, em plena expansão da variante ômicron, mais contagiosa.

Na quinta-feira, o país registrou um recorde diário de infecções, com 72.912 casos em 24 horas, ao mesmo tempo que atingiu a incidência acumulada de 911 casos por 100 mil habitantes em quatorze dias, o maior valor em 2021.

Diante dessa situação, o governo do presidente Pedro Sánchez decretou mais uma vez a obrigatoriedade do uso de máscara em espaços abertos, enquanto diferentes regiões, autônomas no âmbito sanitário, instituíram medidas preventivas, como a Catalunha (nordeste), que colocou em prática um toque de recolher.

De qualquer forma, essa nova onda parece menos grave que as anteriores: 16,27% das unidades de terapia intensiva são ocupadas por pacientes com covid-19, ante 30% em meados de janeiro de 2021, segundo dados divulgados na quinta-feira pelo Ministério da Saúde.

Por outro lado, o rei também se referiu aos habitantes de La Palma, uma ilha do arquipélago atlântico das Canárias, onde ocorreu a erupção do vulcão Cumbre Vieja, que começou em 19 de setembro e pode ser declarada como encerrada neste sábado, deixando "muitos desabrigados" e "sem meios de subsistência".

"Vocês sabem que contam com a nossa solidariedade e que contam com o trabalho e o empenho de todas as administrações para que possam reconstruir, o quanto antes, suas vidas", acrescentou o chefe de Estado espanhol.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade