UAI
Publicidade

Estado de Minas NAÇÕES UNIDAS

Capacetes azuis da ONU participarão do combate contra armas ilegais


23/12/2021 19:08

O Conselho de Segurança da ONU, por iniciativa do México, aprovou nesta quinta-feira (23) uma resolução para o uso dos capacetes azuis no combate ao fluxo ilícito de armas de pequeno porte e no controle de embargos armamentísticos.

Apesar da oposição da Rússia, Índia e China, que se abstiveram, a resolução foi adotada por 12 dos 15 membros do Conselho de Segurança.

O texto pede para estudar "como as operações de paz poderiam ajudar as autoridades nacionais a combater o tráfico e o desvio ilícito de armas por meio da violação de embargos".

A resolução também incentiva as missões de paz para "reforçar as capacidades do país anfitrião, a seu pedido, na coleta de dados e treinamento para combater o tráfico ilícito de armas".

"O objetivo é deter o desvio de armas que alimentam os conflitos e, em troca, fortalecer a ordem jurídica internacional, o diálogo político e a negociação das partes", declarou o embaixador do México junto à ONU, Juan Ramon de la Fuente Ramirez.

Para a Rússia, que tem direito de veto no Conselho de Segurança, "colocar todos os embargos de armas no mesmo saco (...) não gera valor agregado e compromete o trabalho do Conselho de Segurança" na resolução de conflitos, declarou o vice-embaixador de Moscou na ONU, Dmitry Polyanskiy.

A China também criticou "uma abordagem única", incluindo todas as operações de paz e embargos de armas. Já a Índia lembrou que é "um dos mais importantes contribuintes de tropas para as operações de paz".

"As operações de paz não devem ser usadas como um meio para implementar embargos de armas. Isso significa não apenas um acréscimo importante ao trabalho atual, mas também afetará a eficiência operacional e pode até mesmo colocar as forças de paz em perigo", disse Madhu Sudan, da missão diplomática indiana.

A ONU tem atualmente cerca de 100.000 soldados em vinte operações de paz em todo o mundo.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade