UAI
Publicidade

Estado de Minas WASHINGTON

Biden nomeia filha do falecido John F. Kennedy embaixadora na Austrália


15/12/2021 22:11

O presidente americano, Joe Biden, nomeou Caroline Kennedy, filha de John F. Kennedy, embaixadora dos Estados Unidos na Austrália, dando um papel público à outrora reticente descendente desta dinastia política.

A única filha viva de Kennedy, que precisará ter seu nome confirmado pelo Senado para assumir o cargo, serviu anteriormente como embaixadora do Japão durante o mandato de Barack Obama.

A postulação, que era comentada há tempos, ocorre quase um ano depois de Biden chegar à Casa Branca, pois seus adversários republicanos atrasaram muitas de suas nomeações para cargos diplomáticos chave no Senado.

Com 64 anos, a primeira filha de JFK tinha deixado de lado os convites para disputar a Presidência, que ressoaram no Partido Democrata por décadas, preferindo uma vida mais tranquila, que inclui escrever sobre as liberdades civis e trabalhar no Metropolitan Museum of Art (MET), em Nova York.

Mas, tornou-se uma ferrenha defensora de Obama nas eleições de 2008, descrevendo o futuro primeiro presidente negro - de quem Biden foi vice - como uma personalidade inspiradora, que a fazia lembrar de seu pai.

Austrália e Japão estão entre os aliados mais próximos dos Estados Unidos. Historicamente, os embaixadores americanos nos dois países costumam receber calorosas boas-vindas.

No entanto, na Austrália, assim como fez no Japão, Kennedy tentará reforçar suas relações com os Estados Unidos, ao mesmo tempo em que as tensões aumentam com a uma China em crescimento.

Em setembro, Biden anunciou uma nova aliança tripartite com Austrália e Reino Unido, na qual os australianos estão prestes a receber submarinos de propulsão nuclear americanos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade