UAI
Publicidade

Estado de Minas MOSCOU

Rússia justifica veto na ONU a texto contra aquecimento global


14/12/2021 08:58

A Rússia justificou, na terça-feira (14), seu veto a um projeto de resolução sobre o aquecimento global no Conselho de Segurança das Nações Unidas por considerar que pode ser prejudicial para o desenvolvimento do país.

Proposto pelo Níger e pela Irlanda, o texto obteve, na segunda-feira (13), o voto favorável de 12 membros do Conselho, com veto de Rússia e Índia e com a abstenção da China. Sem a oposição de Moscou, esta resolução teria sido adotada.

O projeto de resolução pedia ao secretário-geral da organização, António Guterres, que "integre os riscos de segurança relacionados com o clima como um elemento central nas estratégias gerais de prevenção de conflitos da ONU".

"O clima não deve ser um fator que freie, ou limite, os projetos de desenvolvimento de um país", afirmou o porta-voz do Kremlin, Dimitri Peskov.

Depois de manifestar, durante muito tempo, dúvidas sobre o vínculo entre as atividades humanas e a mudança climática, o presidente russo, Vladimir Putin, considerou, recentemente, que a luta contra o aquecimento global deveria ser uma prioridade, dada a multiplicação dos incêndios na Sibéria e o degelo do permafrost, com consequências imprevisíveis.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade