UAI
Publicidade

Estado de Minas ATENAS

Papa encerra visita à Grécia dedicada à situação dos migrantes


06/12/2021 09:38 - atualizado 06/12/2021 09:43

O papa Francisco encerrou nesta segunda-feira (6) uma visita histórica de dois dias e meio à Grécia, marcada por sua mensagem a favor da maior integração dos migrantes na Europa, grande tema de seu pontificado.

Pouco antes da decolagem para Roma, o pontífice de 84 anos se reuniu com jovens de uma escola católica do subúrbio de Atenas, aos quais pediu que não se contentem com "encontros virtuais", e que "procurem encontros reais".

Em um ambiente alegre, com direito a cantos religiosos de crianças e adolescentes, destacou a necessidade de abertura aos demais, "sobretudo com os que precisam de você".

Você tem que "procurar outras pessoas quando acontece a tentação de se fechar", disse.

Ao falar com três jovens, Katerina, Ioanna e Abud, que compartilharam suas dúvidas ou experiências, o papa, que foi muito aplaudido, disse que "dedicar-se aos demais não é algo de perdedor, e sim de vencedores".

- "Na tela falta o outro" -

Tradicionalmente próximo aos jovens, um sorridente Francisco disse que "muitos hoje são das redes sociais, mas pouco sociais, fechados em si mesmos, prisioneiros do telefone que tem entre as mãos".

"Mas na tela falta o outro, faltam seus olhos, sua respiração, faltam suas mãos", disse para um público de adolescentes.

Para Abud Gabo, um jovem sírio de 18 anos que relatou sua "perigosa viagem à Grécia" após a fuga da guerra em Aleppo, o papa pediu que, como Telêmaco na Odisseia, "não se deixe paralisar pelo medo".

"Sonhem grande! E sonhem juntos!", disse, ante os gritos de "papa Francisco" em grego.

No domingo, na ilha de Lesbos, Francisco, defensor da causa dos migrantes, pediu o "fim do naufrágio da civilização" em um discurso no campo de refugiados Mavrovouni.

O pontífice saudou e abençoou as famílias, incluindo muitas crianças, que abraçaram Francisco.

O Mediterrâneo "está se transformando em um cemitério frio sem lápides (...) Eu rogo, vamos parar este naufrágio da civilização", declarou no domingo.

- "Mare mortuum" -

Em uma barraca de campanha no campo, ele ouviu, emocionado, as canções de um coro de exilados, e lamentou que o Mediterrâneo, "berço de tantas civilizações, seja hoje como um espelho da morte".

"Não permitamos que o 'mare nostrum' se transforme em um desolador 'mare mortuum' (...) não deixemos que este mar de recordações se transforme no mar do esquecimento", afirmou diante da presidente grega, Katerina Sakellaropoulou, do vice-presidente da Comissão Europeia, Margaritis Schinas, e do ministro grego da Migração, Notis Mitarachi.

Ao chegar à Grécia no sábado, após uma viagem a Chipre, de onde 50 migrantes serão transportados para Roma, Francisco, que vem de uma família de migrantes italianos, foi calorosamente recebido por uma multidão de demandantes de asilo amontoados entre os contêineres do acampamento, que abriga quase 2.200 solicitantes de asilo.

Em abril de 2016, Francisco visitou um acampamento de migrantes em Lesbos, o de Moria, destruído por um incêndio há um ano, quando a ilha era a principal porta de entrada dos migrantes na Europa, e surpreendeu ao transportar 12 refugiados sírios em seu retorno.

Durante a 35ª viagem papal, ele foi recebido em duas oportunidades pelo líder da Igreja ortodoxa grega, o arcebispo Jerônimo II, e pediu mais uma vez "perdão" pelos "erros cometidos por muitos católicos", como havia feito João Paulo II em 2001 em Atenas.

Na capital grega, que recebeu a primeira visita de um papa em duas décadas, celebrou no domingo uma missa para 2.000 fiéis, durante a qual pregou por "modéstia e humildade".

Antes de deixar a Grécia, também se reuniu com o presidente do Parlamento grego, Konstantinos Tassoulas, e com o principal líder da oposição Alexis Tsipras. No sábado ele se encontrou com a presidente da República da Grécia, Katerina Sakeropoulou, e com o primeiro-ministro grego, Kyriakos Mitsotakis.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade