UAI
Publicidade

Estado de Minas NOVA YORK

Polêmica estátua de Theodore Roosevelt prestes a ser retirada de Nova York


02/12/2021 20:01

A estátua do ex-presidente americano Theodore Roosevelt foi cercada por andaimes antes de ser retirada de sua atual localização, perto do Central Park, em Nova York, por ser degradante para negros e povos originários, em plena reflexão do país sobre seu passado.

A estátua em bronze de "Teddy" Roosevelt, presidente dos Estados Unidos de 1901 a 1909, cuja retirada foi anunciada em junho de 2020, há 80 anos domina a entrada do Museu de História Natural americano.

Consultado, o museu informou que os trabalhos "levarão meses", sem dar uma data para sua retirada definitiva.

A estátua de Roosevelt, parente distante de Franklin Delano Roosevelt, que também foi presidente, o mostra a cavalo, seguido por um negro e um indígena a pé, uma representação degradante para o Museu de História Natural, que tinha pedido a retirada do monumento à cidade de Nova York.

O anúncio, em junho de 2020, ocorreu pouco após a morte de George Floyd, um afro-americano assassinado por um policial branco em Minneapolis, um caso que provocou uma revolta nos Estados Unidos contra o racismo.

Desde então, outras personalidades históricas ficaram na mira, como os ex-presidentes Andrew Jackson e Thomas Jefferson. Em setembro passado, a gigantesca estátua do general confederado Robert Lee, símbolo do passado escravagista do país, foi desmontada na Virgínia.

Embora para muitos esta revisão história seja saudável, personalidades políticas e historiadores estão preocupados com uma corrida sem fim no que parece ser uma "cultura do cancelamento".

A estátua de Roosevelt irá, graças a um empréstimo de longo prazo, para a futura biblioteca presidencial Theodore Roosevelt, na Dakota do Norte.

Este museu, em homenagem ao ex-presidente americano, com previsão para abrir as portas em 2026, prometeu recontextualizar o objeto que qualifica de "problemático", juntamente com representantes dos povos indígenas e negros.

Mais recentemente, a cidade de Nova York anunciou a retirada da Câmara municipal de uma estátua de Thomas Jefferson, pai fundador dos Estados Unidos, porque usou centenas de escravos em suas plantações na Virgínia.

Juntamente com George Washington e Abraham Lincoln, Thomas Jefferson e Theodore Roosevelt fizeram parte do grupo de quatro grandes presidentes, cujos rostos foram esculpidos na rocha do célebre e turístico Monte Rushmore, na Dakota do Sul.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade