UAI
Publicidade

Estado de Minas DUBAI

Emirados lança fundo de US $ 10 bilhões para investimentos na Turquia


24/11/2021 14:51

Os Emirados Árabes Unidos anunciaram nesta quarta-feira (24) o lançamento de um fundo de investimento de 10 bilhões de dólares na Turquia, para onde o príncipe herdeiro de Abu Dhabi, Mohammed bin Zayed Al-Nahyan, está atualmente viajando.

"Os Emirados anunciaram um fundo de 10 bilhões de dólares para apoiar investimentos na Turquia", informou a agência oficial de notícias Wam.

O príncipe herdeiro foi recebido com honras em Ancara na quarta-feira pelo presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, abrindo assim um novo capítulo nas relações entre dois ex-rivais regionais.

É o primeiro encontro entre os dois desde 2012 e espera-se que ajude a diminuir as diferenças entre eles. Ambos aspiram a um papel regional e têm pontos de vista diferentes em relação à Líbia ou ao Mediterrâneo Oriental.

O encontro, que suscitou grandes esperanças, ocorre em um momento em que a lira turca sofre outro colapso histórico: a moeda nacional perdeu mais de 40% em relação ao dólar desde o início do ano e a inflação se aproxima dos 20%.

"O principal objetivo desta visita é aumentar as trocas comerciais e econômicas por meio de investimentos lucrativos", disse o ministro da Indústria e Tecnologia Avançada dos Emirados Árabes Unidos, Sultan al-Jaber, ao canal local TRT Haber.

A Turquia é um "parceiro natural" para Abu Dhabi, insistiu.

A reunião deve ajudar a consertar a relação "entre dois grandes atores que tentam se impor na região", disse Hasni Adibi, professor de relações internacionais da Universidade de Genebra e diretor do Centro de Estudos e Pesquisas sobre o Mundo Árabe e Mediterrâneo .

As tensões entre os dois países aumentaram ao longo dos anos, principalmente desde o frustrado golpe de julho de 2016. Na época, o presidente Erdogan acusou o príncipe herdeiro de ser um dos instigadores, chamando-o de "o pior inimigo da Turquia".

As relações se deterioraram ainda mais em 2017, quando a Arábia Saudita bloqueou o Catar, um importante aliado de Ancara.

Mas Erdogan, isolado no cenário internacional, agora busca se aproximar das potências regionais, até mesmo de seus rivais.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade