UAI
Publicidade

Estado de Minas HAVANA

Plataforma opositora cubana reage após saída de seu líder para a Espanha


23/11/2021 12:41

A plataforma opositora cubana "Arquipélago" reagiu nesta terça-feira (23) à saída de seu fundador Yunior García para a Espanha, em meio à frustrada jornada cívica e afirmou que a partir de agora terá uma diretriz "horizontal e democrática".

"Arquipélago", um grupo opositor de debate político na rede Facebook, será a partir de agora "uma plataforma de ação cidadã que busca impulsionar um novo pacto social", afirmou um comunicado em sua conta do Twitter e que "é coordenada de forma horizontal e democrática", ou seja, sem líderes.

O grupo, com mais de 38.000 membros reconhecidos dentro e fora de Cuba, recebeu um duro golpe quando soube na última quarta-feira da chegada do dramaturgo García a Madri junto com sua esposa, em um momento em que seus companheiros denunciavam que estava desaparecido.

"Arquipélago" surgiu após as manifestações históricas que começaram em 11 de julho, aos gritos de "Temos fome" e "Liberdade", que deixaram um morto, vários feridos, 1.270 detidos, do quais 658 continuam na prisão, segundo a ONG de direitos humanos Cubalex.

A plataforma é formada basicamente por jovens opositores e até agora manteve uma relação distante com a dissidência tradicional da ilha caribenha.

O governo considera que seus opositores são mercenários a serviço dos Estados Unidos.

Twitter


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade